sábado, 15 de maio de 2010

Bondade Divina - Poesia

Como posso ser bom
Se tenho a natureza má
Como posso praticar o bem
Se cresci aprendendo o que era mal
Como dizer que sou uma pessoa boa
Se vivo no meio da maldade

A bondade não faz parte desse mundo
A bondade é celestial
E o ministério da injustiça
Só impera no reino carnal
Como eu posso então dizer
Quem é bom ou quem é mau

Quando pratico a bondade
Não estou sendo eu mesmo
Algo move dentro de mim
E de algum jeito
Tira toda a maldade
E num momento de lampejo

Vejo Deus dentro de mim
E assim eu reconheço
Que a bondade é de outro mundo
E mesmo que eu me vire do avesso
Nunca a terei, ela é divina.

Um comentário:

aservicodoreino disse...

Um pouco psicodélico, mas bem legal esta linha de pensamento.
Quando vivia sem Cristo...
Não era homem, e sim um cisto...
que ia crescendo em desgraça...
mas por vontade divina conheci o caminho da graça...
Hoje curado...
Com filho e casado.

Graça e Paz!