sábado, 15 de maio de 2010

Deus Te Vejo - Poesia

Só vejo em minha frente estradas tortuosas
Então, como ver Deus? Se não ouço bater a porta...

Se minhas ações não demonstram emoção.
Então, como ver Deus? Se não lhe abro o coração...

Se em milagres não acredito, a fé em mim jamais terá nascido.
Então, como ver Deus? Se, ajo como um incircunciso...

Sem fé não tenho amor e sem amor não faço obras.
Então, como ver Deus? Se a caridade não me aflora...

Se me arrependo do que faço e me desfaço de todo embaraço.
Já posso ver Deus! Que perdoa os pecados...

Agora perdoado e de milagre eu vivo.
Então, a fé de Deus em mim terá nascido?

Se o milagre gera a fé, e a fé gera o amor.
Vivo de oração e do perdão do meu Senhor...

E as estradas tortuosas Deus já endireitou.
Hoje sou um servo humilde, Nessa casa de amor...

Nenhum comentário: