segunda-feira, 17 de maio de 2010

Tristeza Contida - Poesia

Os corações mesquinhos
Ignoram os alheios sofrimentos
Não sabem que a servidão
Recusa o contentamento

Infunde tristeza e melancolia
O sujeitando a triste rotina
E a jovialidade fruto da alegria
Está esquecida pela idéia depreciativa

Triste é estar abatido
Triste é estar deprimido
Mais não tem tristeza maior
Do que estar esquecido

O alegre sorrir enquanto o triste chora
Mas o esplendor do coração generoso
Reflete as suas ações e do pesar o desperta
Aquele que um dia foi triste e agora se alegra.

Nenhum comentário: