segunda-feira, 14 de junho de 2010

Poemas Curtos I - Poetrix

Astro que me faz sonhar
Quando cheia e brilhante
Leva-me a extravasar

* * *

Faz triste o meu caminhar
Quando está minguante
Não tenho onde me inspirar

* * *

Lua nova, lua minguante
Apelido daquela paixão
Lua, minha doce amante...


A pérola dos teus sentimentos
Criada no ventre do teu corpo
Nasceu para adornar seus olhos


Oferecer uma reflexão a vida
Sobre a coisa mal consumida
Gera reestruturação admitida


Vidas opostas entrelaçadas
Loteria de vidas arriscadas
Aposta muito bem comentada


No amanhecer do dia
Vejo o sono dos justos
Mas o trabalho é vida


Na época dos direitos
vidas sem preconceitos
Moral sofreu desleixos


Na anuência de querer o bem
Ajudo sempre sem ver a quem
Para fazer só o que me convém


A paixão é só loucura
Momento muito bom
Quando solitária é triste


No sucesso são amigos
Na decadência ficam sumidos
Na recuperação não acreditam


São azuis ou amarelas
As borboletas dos sonhos
Das jovens cinderelas


No amor eterno
Eu sempre acredito
Mas só enquanto durar


Triste fica o livro
Quando fechado espera
Seu leitor esquecido


Alguns compram corações
Vertem em tristes lágrimas
Amam mas sem emoções


Amor não se compra
Amor se conquista
O resto é cena


Toque o corpo
Aquece a alma
Me faça feliz


O ódio é atroz
O amor é manso
Ouça a sua a voz


No amor eu viajo
Na credulidade viva
Da esperança assistida


Todos são imperfeitos
Quando misturados no amor
Tornam-se humanos perfeitos


O amor só é verdadeiro
Quando encontramos alguém
Que nos melhora por inteiro


Tenho o desejo permanente
De ter você em minha frente
Para curtir o seu corpo sempre


Ao dar fim a um amor
Despedisse de si mesmo
Se reencontrando noutro amor


A paz unida ao amor
Dá prazer em viver
É vida com valor!


As desamizades
Não são atos dos inimigos
São coisas de maus amigos


Minha alma anseia-te
Meu coração clama
Meu corpo sente - A Tua Presença...


Tudo isso pra que?
Para chegar à perfeição.
Perfeição de que?


Quando o amor é libertino
Não é puro e cristalino
Ele é falso e desatino


Rosas representam beleza
Rosas transmitem leveza
E um amor com grandeza


Sonhar liberta
Sonhar acrescenta
Alce vôos mais altos - Sonhe.


O tempo sempre corre diferente
Para quem espera ou lamenta.
Mas para quem ama é uma eternidade...


Viver o amor
Com paz no coração
É o real esplendor


É radical e se contorce!
A mudança não aceita?
Envelhecimento precoce...


Amar é para muitos
Saber amar é para poucos
Aprenda amar como ninguém...


A vida tem riscos de fracasso
Se não for assim de nada vale
Assim tudo seria desnecessário


O sucesso não é fruto de profecia
No decorrer a pessoa é escolhida
Percebe o medo mas não renúncia

Nenhum comentário: