sábado, 17 de julho de 2010

Poeta em Desalinho - Soneto

Ao escrever um poema o poeta projeta sonhos
Declara amor a sua amada e sentimentos pela vida
Descreve paixões ardentes com finais tristonhos
Revelando momentos lânguidos das partes envolvidas

Externa tudo o que uma pobre alma deseja
Quando se encontra na mais profunda tristeza
Ou está feliz em ter encontrado a sua amada
Esbanjando toda alegria que o mesmo almeja

O poeta não usa vulgaridade em seus temas
É muito sensível e fiel aos seus sentimentos
Tem prazer em externá-los como um lema.

O amor de um poeta é descrito entre as linhas
Mas quando entra em sua crise existencial
Torna-se uma pobre alma em desalinho na vida.

Nenhum comentário: