sábado, 17 de julho de 2010

Haverá Sempre Um Lugar - Poesia

Existem lugares retos
Difíceis de trilhar
Lugares altos
Onde vemos a face do senhor

Há também lugares baixos
E fáceis de entrar
Lugares tortuosos
Caminhos de perdição

O vulcão é lugar quente
Os rios lugares úmidos
O céu é lugar para aviões
Trafegarem sem apuros

O pólo é lugar de gelo
O mares lugares profundos
O universo é a morada
Dos luminares e dos mundos

Há também lugar de descanso
Estreitos e difíceis de entrar
E lugar de sofrimento
Largos e fáceis de entrar

Porta estreita
E larga de passar
Onde temos
A plena liberdade de optar

Nenhum comentário: