domingo, 12 de setembro de 2010

Mordida Vampira - Indriso

No crepúsculo vespertino deu para ver
O momento que surgiu a linda morena
Nós dois nos amamos até o dia amanhecer.

Logo que partiu a minha linda morena
Percebi que não suportaria mais o sol ver
Então eu vi que se tratava de uma vampira

Que ao me morder penetrou o meu coração

Agora sou vampiro, mas cheio de paixão...

Nenhum comentário: