segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Desejo-te - Poesia

O desejo é um sentimento adorável
Traz consigo a coragem de errar
Desejo entrar em tua carne admirável
Sinto isso quando te vejo passar...

Sei que és uma mulher comprometida
Mas não consigo resistir aos seus encantos
Não precisa passar também toda metida
Vou sofrer sozinho aqui no canto...

Me dê uma chance de te fazer feliz
Sei que o seu castelo está a ruir
Não lhe tratarei como uma meretriz
És bela e tem um coração em frenesi...

Sinto um delírio só de imaginar
Em sentir minha boca em sua boca
Com toques frêmitos e bem carnais
Lhe ver nua em minha frente louca...

Na inconsciência bruta do meu desejo
Entrego-me sem sentir aos meus sonhos
Quero te fazer feliz sempre que te vejo
Linda mulher é o que eu lhe proponho.

Nenhum comentário: