quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Que Noite! - Poesia

Que noite é essa!
Madrugada aventureira...
Atravessaremos esta festa!
De sexo e muita cerveja?

Serei por toda a madrugada
O seu fiel guardião
Ninguém vai tocá-la, minha amada!
Sou o dono do seu coração.

Na surubada ou no sexo explícito
Transar para essa gente é bobagem
Eles se entregarão ao vivo
Quanto a nós, sexo é verdade!

Montarei guarda ao seu lado
Até o seu sono chegar...
Quando estiveres dormindo
Não sentirá a madrugada passar...

Nenhum comentário: