sábado, 29 de maio de 2010

Cartas de Amor - Soneto














Quando amar alguém perca a vergonha
Ame o seu amor com todas as forças...
Mande cartas, telefone - Faça barganha!
Só quem ama consegue falar com confiança

Nunca se envergonhe das suas façanhas
Lute por quem ama, quanto às cartas de amor
Com certeza elas têm uma força tamanha
São corajosas declarações da alma humana

Cada palavra escrita ali tem sabor de lágrimas
Representa sentimentos escondidos no coração
Muitas vezes não ditos! Por pura inibição...

Cartas de amor ou cartas de paixão...
Mexe com o íntimo de qualquer pessoa
Aumenta a auto-estima, consola o coração

Triste Fim da Morte - Poesia

A morte entrou na vida trazendo as suas mazelas
Em cada esquina que passava pegava um despercebido
Ela tinha um amigo que se chamava pecado
Um envolvia o despercebido
Enquanto o outro o levava para o buraco

Chegando lá o escravizavam num inferno perdido
Sem esperanças ele chorava por ser mais um despercebido
A morte triunfou e teve os seus dias de glória
O que ela não sabia
É que haviam contado os seus dias de vitória.

Quando a morte viu um homem desconhecido, ela falou!
Lá vai mais um despercebido
Achando que o pecado o havia envolvido
Planejou a morte do desconhecido
E no princípio até pensou ter conseguido

Mas aquele homem não era um despercebido
E pecado não havia cometido.
A morte não pode retê-lo em seu presídio
Ele ressuscitou e tragou a morte em sua vitória
Então morte, onde está agora o teu aguilhão?

Onde está agora, oh inferno a tua vitória?
Graças a Deus que nos dá a vitória
Por nosso Senhor Jesus Cristo
Que venceu a morte e foi para glória.

Experiência Vivida - Poesia

Muitos os chamam de velhos
Outros os ignoram sem pestanejar
Mas o homem experimentado
Com sua habilidade adquirida - Sabe suportar!

Nenhum experiente é latente
Do conhecimento obtido na vida
Passa para os jovens contente
Macetes adquiridos com muita perícia

Nos grandes oceanos
O marinheiro, velho lobo do mar.
Seja mestre ou maquinista
Conduz a embarcação sem vacilar

Pois o exercício contínuo de um experimento
Testa-o e o aprova ao longo da vida
Através do método científico de uma hipótese tremenda
Tornando-se um arquivo vivo da liga

No Brasil quando morre um velho
Perde-se somente uma vida
Na Índia quando vai um idoso
Perdeu-se uma biblioteca viva

Desbravando Minha Amada - Soneto

Todas as noites quando eu vou deitar
Vejo a minha amada com aquele lingerie
Sinto um prazer só em seu lado estar
Deixo tudo à meia luz para faze-la feliz

Começo a lhe tocar da cabeça aos pés
Desbravando planaltos e planícies sem fim
Beijo devagar cada canto de seu corpo
Que exalar um perfume da flor jasmim

Cada momento para nós é muito excitante
Nada ali passa de forma despercebida
O amor é feito com qualidade perseverante.

Em busca da excelência do gozo pretendida
Nos entregamos um ao outro a todo instante
Nas asas da imaginação e na fantasia permitida

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Pedaço de Bife - Poesia (Humor)

Eu sou um cachorro obediente,
O que mandam fazer, eu faço.
Corro atrás de tanta gente,
Pulo e deito, rolo e lato...

Mas sou um cachorro carente,
Não tenho nenhuma namorada.
Ninguém por aqui me entende,
Só como ração e bebo água...

Tantas coisas eu queria fazer...
Procuro sempre te falar.
Mas parece não me entender...
É egoísta até na hora de almoçar.

Eu só quero nesse momento lhe dizer:
Estou vazio e cheio de fome,
Não aguento mais ração comer,
Me dê um pedaço de bife e some!!!

Nosso Jardim - Soneto

Jardim regado é o amor apaixonado
Jardim florido é o amor correspondido
Jardim seco é o amor em desalinho
Construído sem a mão do jardineiro

O nosso amor é um jardim regado
As flores desabrocham nos travesseiros
Cada noite de amor que vamos ao delírio
É um botão de rosas em nosso canteiro

Um buquê de rosas muito especial
O nosso amor é um jardim florido
Que nos retribuímos de maneira sem igual

Quando chegamos ao ápice da sensatez
Distribuímos milhares de pétalas de flores
Para não deixar o amor murchar de vez

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Tudo de Deus é Lindo - Poesia

O amor é lindo
Mas depende dos dois lados
Para ser correspondido
E atingir o objetivo desejado

Assim como o amor, o luar também é lindo.
Mas precisa do vento para dissipar as nuvens
Deixando amostra o seu grande brilho
Junto aos brilhos das lindas estrelas

Assim como o amor e o luar
O nascer do sol também é lindo
Após uma noite de luar estrelada
Ele nasce e dá a sua cara

Assim como o amor, o luar e o sol.
A chuva sem relâmpagos é linda
É gostoso tomar aquele banho no quintal
Indo depois para casa com as roupas encharcadas

Contudo o que é mais lindo disso tudo é Deus
Que tudo criou e nos ofereceu
Uma terra abençoada porque somos filhos seus
Digna de ser cuidada, mas o homem não entendeu.

Rotina - Poesia

É chegada à aurora, a maré começa a subir,
Antes do nascer do sol, em plena alvorada,
Acordo para trabalhar, eu tomo o café às pressas,
Para minha condução poder pegar

Vejo a minha amada no crepúsculo matutino
E as mesmas coisas se repetindo
O sol nasce, começa a raiar e os pássaros emigram.
As crianças vão para escola quase dormindo

Ao chegar o meio do dia, vou almoçar.
As crianças chegam da escola, famintas
E ao matarem quem as está matando
Vão para aquele sono obrigatório de fininho

Ao cair da tarde no momento vespertino
Os pássaros que fizeram a alegria do nosso dia
Voltam em revoadas para os seus ninhos
Eles terão mais uma noite de descanso

E quanto a mim, eu chego em casa cantando.
Revejo a minha amada e a saudade eu vou matando
Vamos deitar dormir de conchinhas e descansar,
Para no novo amanhecer ver tudo recomeçar.

Ponto de Vista - Poesia

Em dois pontos distintos todos dizem ter razão
Tudo o que se faz na vida sempre tem explicação

Ao errarmos com alguém apresentamos os motivos
Dependerá de quem está ouvido se vai acreditar ou não

A maneira de se entender um determinado assunto
Depende da posição em que se encontra na questão

Pois sempre vai existir dois ou mais entendimentos
O que às vezes acabará gerando grande confusão

Quando um ser é tolerante admite conviver com a oposição
Mesmo estando certo é ponderado em suas relações

Ao contrário do ranzinza, um sujeito rabugento,
Que na hora da verdade não aceita a imposição

Sempre acha que está certo e nunca dá a palma da mão
Sabendo que nem sempre vai agradar com a sua convicção

Feliz Possibilidade - Poesia

Eternidade é um privilégio de Deus
Que ele estendeu a cada um de nós
Precisamos alcançá-la renunciando ao nosso eu
E deixar essa mania de sempre querer ser mais

A palavra chave para morar na eternidade
É bonita de pronunciar
E mesmo com muita seriedade
É difícil de praticar

Tem que estar com o coração em paz
E nós a chamamos de humildade
Quanto ao orgulho, ele só nos leva a perdição,
É um sentimento de dignidade pessoal

Mas quando usado ao extremo
Nos torna arrogante sem igual
Ao contrário da humildade
Que é de grande valor para o nosso pai celestial

Fio Dental - Poesia (Humor)

Eu era aquele fio dental
Que levavam para todos os lados
Uma criança perguntou a um tal
O que fariam de mim.

Uma jovem lhe respondeu,
Você quer mesmo saber?
Vem ao banheiro ver.

A criança curiosa queria me vestir
A moça bem dengosa começou a sorrir
Vendo ela ansiosa, disse-lhe assim:

Esse fio dental se usa é aqui.
Passou-me entre os seus dentes.
Ah, que tristeza sem fim!

Eu, o Espelho - Poesia (Humor)

Dentro do motel, é verdade!
A cama redonda gira...
O casal em suas sensualidades,
Se amam até amanhecer o dia.

Eu fico bem quietinho,
Eles olham para mim...
Não sabem que estou assistindo,
E os seus reflexos vêem aqui.

Os dois falam juntos,
Coisas difíceis de entender...
Não compreendo em parte,
Sou um pobre e frio espelho.

Mas...

Olhando direitinho para você,
Reconheço-lhe muito bem.
Tenho certeza meu caro amigo,
Você já foi lá também.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Natureza em Movimento - Poesia

Ao olhar para linha do horizonte
Vejo o céu beijar o mar
A cachoeira e suas corredeiras
Sustentando a biodiversidade do lugar

Formando um lindo lago
Para o casal de cisne passear
Natureza encantando a todos
Em seu movimento salutar

O nascer do sol é um espetáculo fascinante
As flores desabrocham nos jardins
E na beira dos rios as gramas verdejantes
Embelezam as suas linhas margeantes

Quando a força do vento
Leva as nuvens para outro lugar
Mostra a atmosfera em sua escuridão
Permitindo os luminares de a embelezar

Noite estrelada junto a um lindo luar
Noite de verão excelente para se amar
Para quando o novo amanhecer chegar
Exaustos e saciados de tanto prazer

Ver tudo recomeçar...

Felicidade Plena - Mensagem Poética

Felicidade palavra expressiva
Dizem por aí que ela não existe.
Mas como acreditar nisso?
Se em vários momentos da vida
Sentimos-nos assim, totalmente felizes.

Ah... Dizem que por aqui
Ela também é rápida.
Mas como acreditar nisso?
Se uma consciência reta, uma vida correta
E um coração de paz dá longevidade a ela.

Dizem que estar bem conosco mesmo
Não faz outras pessoas felizes.
Mas como acreditar nisso?
Se a alegria proporcionada com a nossa presença
Mostra que somos amados nas áreas adjacências.

Dizem que ao nos sentirmos felizes sem motivos aparentes
Vivenciamos a verdadeira felicidade.
Mas como acreditar nisso?
Ela é a forma de expressão mais autêntica
E nela não há culpa e nem dois lados

Diga-me onde está o seu coração,
Eu lhe direi se irás vencer ou perder.
Mas como acreditar nisso?
É fundamental a determinação
Para ser feliz e vencer.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Tristeza Contida - Poesia

Os corações mesquinhos
Ignoram os alheios sofrimentos
Não sabem que a servidão
Recusa o contentamento

Infunde tristeza e melancolia
O sujeitando a triste rotina
E a jovialidade fruto da alegria
Está esquecida pela idéia depreciativa

Triste é estar abatido
Triste é estar deprimido
Mais não tem tristeza maior
Do que estar esquecido

O alegre sorrir enquanto o triste chora
Mas o esplendor do coração generoso
Reflete as suas ações e do pesar o desperta
Aquele que um dia foi triste e agora se alegra.

Ser Carioca - Poesia

Ser carioca é ter bom humor
Ser praiano e estar de bem com a vida
Curtir o maracá nos fins de semana
E passear com a família

Ser carioca é tomar aquele chopinho gelado
Após mais um dia de trabalho
E nas manhãs de sábado sempre ir à feira
Para ver os amigos num dia de bobeira

Ser carioca é ser extrovertido
Contar boas piadas e ler um bom livro
Gostar das coisas certas, nunca ser malandro
E na sua ginga sempre ser comedido

Ser carioca é conhecer o pão de açúcar
E os pontos turísticos de toda a cidade
Ver o Cristo e a floresta da tijuca
Os cinemas, os teatros e muitos bailes.

Ser carioca é acreditar em Deus
Ser amigo e educar os filhos seus
Amar todos os dias a mesma mulher
Ir à igreja e ajudar sempre que puder

Porto Seguro - Poesia

Andava perdido em busca de um amor
Que vontade de encontrá-lo para sair da dor
Mas queria uma alma bondosa
Que entendesse o meu temor.

Ao te ver me aproximei sem titubear
Sentir o aroma que exalava do seu perfume
Tive arrepios só de ver você me olhar
Na busca do tesouro mais precioso do que o de costume.

Encontrei o meu refugio ao me declarar
E ver a minha alma com a sua entrelaçar
Senti ali que a minha vida poderia melhorar
Eu acabava de à primeira vista me apaixonar.

Entre todos os portos em que já atraquei
Nenhum foi tão seguro quanto o seu
Agarrei-me fortemente a você sem querer largar
Com as amarras do meu desejo de te amar.

Ao passar pelas tempestades da vida
Vi que os dilemas não queriam me abandonar
A força do vento era tão grande
Que parecia que o porto não iria segurar...

Mas quando passou a tempestade
Até encontrarmos novamente a brisa
Vi que o meu porto é muito forte
Se quiser casar comigo avisa.

Você é o meu porto seguro
Construído sobre uma firme rocha
Não tenho mais medo desse mundo
Meu amor eu vou ti encher de rosas.

Paixão Eternizada - Poesia

Homenagem a minha esposa

Ao descobrir que estava vivo comecei a me apaixonar
Tudo ao meu redor era um fascínio, o jardim, a floresta e o mar.
Os meus primeiros passos foram difíceis de dar
Aconteceu numa bela noite em que refletia o brilho do luar
Ao ver uma bela menina quando eu fui estudar
O meu coração começou mais forte a pulsar
Era uma experiência nova a se apresentar
Minha primeira paixão, mas longe de me encantar.
Mas a adolescência não demorou a chegar
E quando eu percebi já começava para vida desabrochar
O jogo do amor já me envolvia sem vacilar
Foi quando conheci aquela com quem eu iria me casar
Lembro-me daquela noite de inverno fria de gelar
Eu me sentia um galanteador ao falar
A envolvia em meus braços e não deixava de reparar
O seu belo olhar com um brilho de encantar
Nele ela mostrava um grande envolvimento ao me abraçar
Onde exalava simpatia, bom humor e sensualidade de espantar.
Sua voz suave e doce vibrava o meu coração sem parar
Trazendo a minha existência uma grande felicidade difícil de se explicar.
Eu queria algo mais, tinha que possuí-la por inteiro e sem pestanejar!
Assim como as ondas se rendem às margens no grande quebra mar
Ou mesmo as estrelas que se curvam ao ver o brilho do luar
Eu acreditei nesse amor e vi que a levaria para o altar.
Como numa eterna lua de mel a nossa paixão eu sabia que iria perpetuar
Mesmo com o passar dos anos eu ainda sou capaz de me emocionar
Choro sobre a dor ou sobre a alegria que invade o meu peito sem cessar
Choro sobre as lembranças que marcaram as nossas vidas só para desafogar.
E quanto a esse amor eu não canso de amar, amar e amar...

Viva a Vida - Poesia

Vida é a alegria que contagia
E tristeza cheia de melancolia
Inocência protegida
E maldade nem sempre punida

Vida é tempo compensado
E tempo desperdiçado
Problemas a resolver
E muita preocupação só pra aborrecer

Vida é sucesso de realizações
E grandes frustrações
É trabalho e trabalho é honra
E a honra traz a paz

Vida é saúde para ser vivida
E nem sempre é entendida
É milagre, um dom de Deus
Concedido a cada um de nós

Viva com intensidade
E se possível com muita felicidade
Não importa se reta ou torta
O que interessa é a vida

Viva eu, viva tu, viva ele, viva a vida.

Amar o Perdido - Poesia

Homenagem aos nossos entes queridos que já partiram.

Saudade é presença na ausência,
Desejo profundo de voltar a um momento feliz.
Algo muitas vezes impossível de acontecer...
A saudade é o amor que fica,
E nesta vida as pessoas vêm e vão...
Algumas deixam marcas, que jamais se apagarão!
Aqui se perde mais do que se ganha,
E amar o perdido dói muito.
Pessoas vão para nunca mais voltar...
Mas quando amamos alguém de verdade,
Ele estará para sempre em nosso coração,
Jamais morrerá!
Ficará eternamente na memória.
A saudade tem o poder de nos trazer belas lembranças,
E de provocar a mesma dor por diversas vezes...
Mas a vida continua e conhecemos novas pessoas,
Voltamos a nos apaixonar e, aí!
Quando elas se forem? Sentiremos saudades...
Mas se partirmos! Deixaremos saudades...

Quatro Estações - Poesia

A correria do dia a dia da vida é difícil
Somado aos compromissos emergenciais
Normalmente nos impedem de observar
A beleza da natureza e os seus benefícios

As noites de verão são clássicas
Em nos provocar uma ardente paixão
Ao perceber a dimensão desse amor
Deixamos o nosso espírito em perturbação

O amanhecer rosado de outono
Leva-nos a contemplar a beleza da cidade
Com as suas edificações a empestear
Em cada canto da alvorada preste a contemplar

Já o inverno cinzento
Faz-nos apreciar um belo vinho
Na companhia do nosso amor
Enquanto assistimos a um bom filme

A primavera com suas lindas flores
Deixam-nos mais românticos
E façamos assim como quereis, as colhendo,
Deixando a roseiras verdejantes.

Essa sensibilidade é porque somos parte dela
E isso é dom do Criador
Viva em harmonia com a natureza que é bela
E perceberá em você um espírito procriador

Caridade - Poesia

O amor de Deus se constitui
De um sentimento espiritual
E mostrar que somos parte dele
Sempre foi fundamental
Pois criar bondade no mundo
Com atos de humanidade é excepcional.

Caridade é o amor de Deus em ação
Ela nos leva a prática da dedicação
Ao outro sem nenhuma intenção
Pois é grande essa expressão
Nesse tipo de amor
Vou amar aos meus irmãos

Por uma simples vontade
De querer fazer o bem
Acreditando que sou nascido de Deus
Pois quem nunca faz questão
De demonstrar um amor fraternal
Não conhece a Deus e jamais será paternal.

Fogosa Paixão - Soneto

Emoção levada ao grau intenso
Esse amor arde em fogosa paixão
Sentimento difícil de ser controlado
Vício dominador de cada coração

Mantém o entusiasmo com a outra parte
E, aí, perde-se a cabeça por esta razão
Ao se amar de maneira muito selvagem
O beijo apaixonado é quente como o verão

Mas quando a paixão esfria e tudo acaba
Cinicamente vai cada um para o seu lado
Voltam aos velhos hábitos, não houve nada!

Mas com o passar dos anos à saudade anima
Trazendo lembranças que marcaram essas vidas
Por mexerem tanto com eles, querem dividi-las.

Viva as Mulheres - Mensagem Poética

Homenagem as mulheres.

Devemos valorizar cada ação das mulheres
Que amamos em nosso favor.
Nos momentos mais importantes para elas
Devemos levá-las a se sentirem
Muito especiais enviando-lhes flores.

Para as amigas flores amarelas pela cumplicidade
Para a esposa ou namorada flores vermelhas pela paixão e fidelidade
Para a mamãe flores laranja ou cor de chá pela renúncia
Para as irmãs flores rosa pela vivência junta
Para as filhas flores brancas pela gratidão
Para mulher estranha flores diversas pela compaixão

Não se esqueça mande flores para todas
Em agradecimento pelas suas gentilezas
A nós demonstradas ao longo de suas vidas
Viva as mulheres!

Reagi a Tempo - Poesia

Passei grande parte da vida em distrações
Deixei de fazer coisas importantes
Outras não tão importantes assim
Por pura desatenção

Mas já amadureci e cresci mentalmente
Hoje eu vejo que não tenho tudo o que quero
Contudo sigo em minha caminhada tentando
Sem perder tempo com a falta da solidez me assolando

Não vim à vida a convite e nem estou aqui a passeio
A minha chegada teve propósito divino que demorei em descobrir
Precisei acumular perdas significativas e tive anseios
Para reconhecer a necessidade de mudar o meu destino

Aprendi que aquele que nunca erra é o que nunca tenta
Quanto a mim, eu continuo tentando!
Sei que já incomodei, incomodado e vou continuar a incomodar
Mas evito cometer os mesmos deslizes para não mais vacilar

Já plantei árvores e plantarei muito mais
Falarei sempre do amor de Deus com alegria
Um dia deixarei filhos e netos, portanto escreverei poesias
Para toda minha posteridade me reverenciar com alegria.

Amor Eterno - Poesia

Nosso amor nos envolve emocionalmente
Isso nos motiva e quando amamos
Somos generosos inconscientes
Algo de vital importância para as nossas vidas

Não esperamos nada em troca
Além da retribuição desse amor
Que nos equilibra trazendo paz e alegria
Retirando do coração toda a dor

Ah! Se eu pudesse voltar atrás
Com certeza ti amaria outra vez
Faria tudo de novo, esqueceria os erros bobos
Só pra não ti ver sofrer

Enxugaria suas lágrimas
Ti incluiria em meus sonhos
E viveríamos tudo aquilo
Que no tempo se perdeu

Mas o tempo não volta atrás
E o futuro depende do que a gente faz
Daqui pra frente o futuro vai ser diferente
Meu eterno amor

Ser Criança - Poesia

Será que eu posso ser criança
Revendo os valores esquecidos?
Ou ficar treinando a dança
Em frente ao espelho preferido?

Na inocência das palavras
Ou vendo os filmes temidos?
Nas emoções extravasadas
Ou nos castigos contínuos?

Ser criança eu não posso
Mas viajar nas lembranças
Passear naqueles lugares gostosos
Rever os amigos de infância

Sorrir novamente e ter colo
Reencontrando a alma criança
E agradecer a Deus por tudo
Isso com certeza eu posso

Balão de São João - Poesia (Humor)

Em todos os anos nos meses de junho,
Eu me sentia poderoso.
Todos cantarolavam para mim
E eu todo orgulhoso...

No céu da cidade,
Passeava majestoso...
As armações que eu carregava,
Iluminavam-me com gosto!

Hoje todos me perseguem...
Como se eu fosse um criminoso.
Não me dão a chance de ser alguém,
Querem me destruir com dolo.

Perseguem os meus amigos também...
Os chamando de mafiosos.
As crianças dizem cai cai balão.
Os adultos: Vou destruí-lo com minhas mãos.

sábado, 15 de maio de 2010

Linhada - Poesia

Linhas de linho, de fibra
E de cordas de violão
Separa o real do imaginário
Nos traços das nossas mãos

Linhas que transmitem energia elétrica
E estabelece a comunicação
Liga dois pontos distintos
Traços contínuos duma só dimensão

Linhas de trem e de ônibus também
Linha do equador e linha para pescar
Linha de crédito que nem todos têm
Marca d’água do navio, faixas feitas para alertar

Linhaça, linhada, linhagem
E linha de pensamento
Das palavras ditas aos ventos
Linha só para amarrar

Bondade Divina - Poesia

Como posso ser bom
Se tenho a natureza má
Como posso praticar o bem
Se cresci aprendendo o que era mal
Como dizer que sou uma pessoa boa
Se vivo no meio da maldade

A bondade não faz parte desse mundo
A bondade é celestial
E o ministério da injustiça
Só impera no reino carnal
Como eu posso então dizer
Quem é bom ou quem é mau

Quando pratico a bondade
Não estou sendo eu mesmo
Algo move dentro de mim
E de algum jeito
Tira toda a maldade
E num momento de lampejo

Vejo Deus dentro de mim
E assim eu reconheço
Que a bondade é de outro mundo
E mesmo que eu me vire do avesso
Nunca a terei, ela é divina.

Esperança e Medo - Poesia

Esperança é a expectativa de conseguir algo que se deseja
Quanto ao medo ele nos transforma em pessoas vazias e sem anseios
A esperança nos consola num mundo desolado
O medo nos impede de transpassar os obstáculos

Esperança não é fácil de ser praticada
O medo nos reprime e acovarda
Esperança é lutar contra as próprias idéias
Já o medo nos tira a idéia de lutar

Esperança é uma atitude muito ativa
Enquanto o medo destrói os sonhos e tira a vida
Esperança é a confiança absoluta em Deus
O medo nos incapacita e nos deixa como fariseu

Esperança nos dá coragem e o medo é dos covardes
Esperança transmite a fé e o medo à insegurança
A esperança nos dá a certeza da salvação
Quanto ao medo, ele nos leva a perdição.

Infindáveis Matizes - Poesia

No mundo colorido ao contrário do preto e branco
Os matizes de várias cores fundem os sentimentos
Pois na combinação das cores existe o romantismo
Sem a surpresa do acaso e do infindável cinzento

O amarelo nos aquece assim como o sol
E o vermelho reflete o sangue que é vida
Nessa mistura deu laranja com sua força nutritiva
Transmitindo para nós toda a sua energia

O verde ressalta sua beleza natural
Junto ao azul do mar numa visão matinal
A cor ébano dos arbustos das regiões mais quentes
Contrasta com o branco da neve glacial

Na mistura das cores entre os seres humanos
Que tinha o vermelho o preto e o branco
Deu origem a um grande país mulato
Correspondendo a simetria dos nossos acasos

O Solitário - Mensagem Poética

Ao depararmos com uma pessoa solitária no meio da multidão
Dá-nos uma vontade imensa de dizê-lo, como vai?
Mas os olhos tristonhos de muitos no meio da multidão
Impede-nos de dizê-lo, como vai?
Além da música, que com a sua intensidade
Revelando sentimento ardente como a paixão
Ou melancólico como a tristeza
Nos deixa com dúvida de dizê-lo, como vai?
O solitário muitas vezes não está na solidão,
Ele está só, e tudo o que o solitário quer ouvir
Ao passar pela rua é a seguinte frase, como vai?
Mas o mundo está violento e nas pessoas não se pode confiar
A correria da cidade grande não deixa ninguém parar
E a afluência simultânea das pessoas sempre para o mesmo lugar
E quanto ao solitário, quem vai cumprimentar?
A sociedade tem sido constantemente alterada
E quanto aos bons tempos será que voltarão,
Para quando ver o solitário poder dizê-lo, como vai?
E se disser, o solitário desprenderá um sorriso,
E com alegria irá lhe dizer, vou bem, obrigado.

Deus Te Vejo - Poesia

Só vejo em minha frente estradas tortuosas
Então, como ver Deus? Se não ouço bater a porta...

Se minhas ações não demonstram emoção.
Então, como ver Deus? Se não lhe abro o coração...

Se em milagres não acredito, a fé em mim jamais terá nascido.
Então, como ver Deus? Se, ajo como um incircunciso...

Sem fé não tenho amor e sem amor não faço obras.
Então, como ver Deus? Se a caridade não me aflora...

Se me arrependo do que faço e me desfaço de todo embaraço.
Já posso ver Deus! Que perdoa os pecados...

Agora perdoado e de milagre eu vivo.
Então, a fé de Deus em mim terá nascido?

Se o milagre gera a fé, e a fé gera o amor.
Vivo de oração e do perdão do meu Senhor...

E as estradas tortuosas Deus já endireitou.
Hoje sou um servo humilde, Nessa casa de amor...

sábado, 1 de maio de 2010

Fidelidade - Soneto

Fidelidade não pode ser comprada
Fidelidade não é uma obrigação
Fidelidade não pode ser exigida
A fidelidade vem do nobre coração

Assim como um dia decidimos amar
Fidelidade também é uma decisão
Sou fiel a quem eu me relacionar
Independente de qualquer imposição

A troca de um conjunto de boas ações
Unem duas pessoas em cumplicidade
Aumentando as chances de muita união

Mesmo que não exista nelas afinidades
Pois fidelidade é apenas uma bela opção
As pessoas agem nesse caso com caráter