quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Insensatez - Rondel

A insensatez é muito cruel
Endurece o coração do ser
Não consegue arrancar o véu
Esconde-se para ninguém ver

Não permite que venha viver
Orgulhosa ignora o razoável
A insensatez é muito cruel
Endurece o coração do ser

Ingrata caminha sempre ao léu
Leva a perde coisas ao alcance
Nunca consegue ser amável
No deserto é eterna viajante
A insensatez é muito cruel

Nenhum comentário: