quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Corpos Incandescentes - Poesia

Estamos próximos a um jardim
Nossos corpos incandescentes
Sinto o cheiro do jasmim
Em meio a esse sexo ardente

Com energia a flor da pele
Nós dois suamos sem cessar
Minha pele se auto-arrefece
Percebo o seu cheiro no ar

Esse campo me faz te bem querer
O sol rasga a linda madrugada
Vôo na excelência do seu prazer
E não penso em mais nada

Nenhum comentário: