quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Namorar - Poesia

Namorar é a melhor forma de extravasar
É o âmago desses corpos entrelaçados
Juntos descarregam energias estacionadas
Ao toque de mãos que escorregam a todos os lados

Momentos de troca dos calores espontâneos
Corpos lapidados a quatro mãos delicadas
Entregam-se numa troca constante de lisonjas
Ardem em fogo numa paixão ferozmente gostosa

Exibem seus charmes como a dança da garça
Seus gingados chamam atenção de quem passa
Demonstram imensuráveis prazeres na presença
Do outro que tanto e incondicionalmente ama

Imaginam a cena da flor desabrochando
Numa entrega total de ambas as partes
Delírio que os levam no momento
A uma fonte de luz a brilhar delicada.

Nenhum comentário: