quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Uma Linda Mulher - Soneto

Conheci uma linda mulher
Que se vestia de vermelho
Não era uma bela qualquer
Paixão refletida no espelho

Penso nela a todo instante
Vejo-lhe em tudo o que toco
Desejo que me invada de repente
O meu coração fica muito louco

Procuro disfarçar a saudade
Ela me encheu de carícias
E nunca agiu com leviandade

Deixou o cheiro do seu perfume
Entranhado em minha pele
Algo não tido como de costume

Nenhum comentário: