sexta-feira, 4 de março de 2011

Confissão - Poesia

Hoje eu pensei em confessar
Mas não houve necessidade
Minha culpa já estava no ar
Nos meus escritos sem maldade

Neles todos viram as claras
Como declamo o amor e a paixão
Seja em prosa ou em poesias
Tudo o que escrevo sai do coração

Sorriam amantes do amor
Agora estou livre a sonhar
Fui inocentado com louvor
Mesmo sem confissão posso recitar

Sorriam amantes da verdade
O poeta é sensível no pensar
Suas criações expressam liberdade
E sem confissão continua a versar.

Nenhum comentário: