sábado, 5 de março de 2011

Luta Interior - Poesia

Nada é tão fácil de ser terminado
Por mais que se tente virar a página
Arrancá-lo do íntimo está descartado
O esquecido arquivo agora se apresenta

São partes da vida, sonhos frustrados!
Sensatez adquirida para ir adiante
Brevemente esquecida, deixada de lado!
Precisam renascer dando vida na fonte

Início de tudo, de um projeto futuro!
Onde alicerça e inspira toda lição
Depara na vida com vários casmurros
Que atrapalham os sonhos, sem corações!

Luta e reluta com si mesmo no escuro
Busca saída, solução para tudo!
Não consegue nem de lampejo ver o obscuro
Está preso a essa vida mesmo sem perceber.

Um comentário:

Camila Menezes | Terapeuta Floral e Psicanalista disse...

PREZADO, É A PRIMEIRA VEZ Q VISITO SEU BLOG, ENTÃO LI AINDA MUITO POUCO DAS POESIAS POSTADAS. DESSA, PRA SER MAIS EXATA,GOSTEI MUITO. NÃO SERIA PRECISO UMA ANÁLISE TEÓRICA PRA LER AS ENTRELINHAS... GOSTO DO ASPECTO SIMBÓLICO NELA APRESENTADO... E FAÇO QUESTÃO DE POSTÁ-LA EM MEU BLOG (SE QUISER CONHECER E SEGUIR - menezescamila.blogspot.com ) COM OS DEVIDOS CRÉDITOS, AUTORIA, CLARO. PARABÉNS! ESCREVER LIBERTA...! PAZ!