sexta-feira, 25 de março de 2011

O Inocente e o Cárcere - Rondel

No canto do lugar frio e sombrio
Preso no cárcere injustamente
Ele vê nascer uma rosa no limo
Chora sem a mãe ver o inocente

Vê na rosa esperança o descrente
Com as orações do povo ungido
No canto do lugar frio e sombrio
Preso no cárcere injustamente.

Renasce a vida no corpo sem brio
Mortificado antes pelo sofrimento
Agora é calor no antigo corpo frio
Alma alegre que vivente sem lamento
No canto do lugar frio e sombrio

Nenhum comentário: