sexta-feira, 22 de abril de 2011

Peito Sofrido - Poesia

Gosto quando me acaricia
E mostra que apesar do tempo,
O orgulho não destruiu o nosso amor...

Ele ainda está escondido aí dentro,
Desse peito sofrido pelas desavenças,
Frutos de momentos inconsequentes..

Eles foram provocados por insegurança
E também pelas más influencias,
Mas sobreviveu a turbulências e inerências...

Na vida de um casal existe a unidade,
E cada ser é único e pessoal,
Mas também existe a dualidade...

O respeito é sempre fundamental,
O amor rompe todas as barreiras,
E as intromissões destroem a fidelidade...

A traição acaba com o relacionamento,
O orgulho destroem toda chance de acerto,
Mas o perdão é fundamental para relatividade...

Nenhum comentário: