segunda-feira, 23 de maio de 2011

Abolição da Escravatura - Poesia
















Momentos deprimentes dessas vidas inconstantes
Buscavam viver em paz em suas tribos africanas
Lutas de tribos armadas e inimigos mais distantes
Quando presos eram vendidos e transportados em caravelas

Todos os humilhavam pela cor de suas peles
Não os chamavam de seres humanos e sim selvagens
A igreja dizia que eles não tinham almas
Para corroborar com as maldades colonizadoras

Num continente distante e com várias etnias
Precisavam juntos viverem em paz
Inimigos mortais e juntos com os seus príncipes
Humilhados pelos europeus nos canaviais

A razão da escravidão era o progresso opressor
Em busca de novas terras colonizavam e escravizam
Seus limites europeus já estavam todos ocupados
O jeito era atacar índios e negros onde chegavam

No mundo em qualquer tempo sempre houve escravidão
Os senhores queriam trabalhar as terras sem esforço
Seja no Oriente, Africa, Europa ou em nossa Nação
O mais forte sempre oprimiu aqueles que chamamos de povo

Essa data nunca poderá por nós ser esquecida
Assim como a páscoa pelos judeus é sempre lembrada
A amargura de um povo trabalhador e sofrido
Que hoje miscigenado faz de todos nós um ex. escravo.

Nenhum comentário: