domingo, 10 de julho de 2011

Perdoar - Soneto

Não sei como dizer palavras de amor,
Num momento em que me sinto frágil.
Nas noites sozinho levanto um clamor,
Buscando uma saída de forma bem ágil.

Palavras valem menos do que um olhar,
Ele transmite o sentimento da alma.
Quanto a elas os ventos irão levar,
Mas o olhar jamais esquecido será.

Daria tudo só para ter você comigo.
Sei que está por aí se perguntando,
Como perdoar o erro lhe afligindo.

Não se desespere mais do que eu.
Eu sei que menti e estou errado,
Tenha calma, pense no amor de Deus.

3 comentários:

* Verinha * disse...

Djalma.. passando para me encantar com suas poesias.. nada melhor do que iniciar uma nova semaninha em grande estilo [:)]

Beijoquinhas super em seu coração..
Verinha

Sandra Ribeiro disse...

Que lindos versos meu querido!

MARILENE disse...

Tudo se resolve no perdão. Somos frágeis, erramos e sofremos.
Lindos versos!

bjs.