quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Quilômetros Pra Nada - Poesia

O sol com sua pujança aquecia-me sem dó,
Eu queria chegar mais perto de você.
A ânsia de chegar aumentava cada vez mais,
Provocando um certo caos na minha imaginação.
Pensava que iria me receber com surpresa,
Algo que eu reservava com alegria no coração.
A ansiedade que avançou ao desembarcar,
Não tinha explicação plausível dentro de mim.
Era o amor que levava meu coração a bater forte,
Mas o mau encontro não estava previsto.
Ao chegar percebi o seu desinteresse,
Foram mais de duzentos quilômetros para nada.

Nenhum comentário: