quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Saudade Que Invade - Poesia

A saudade que me invade,
Chama pelo seu nome.
Ela rouba a minha alegria,
E entristece o meu coração,

Ah, como sinto a sua falta!
Como preciso lhe ter bem junto mim...
Sonho com o seu retorno,
Para voltar na vida a sorrir...

Vejo que esta dor que me assola,
Vai se dissipar com a sua volta.
Dará lugar a mais pura alegria,
Lembrando o tempo da escola.

Preciso que volte depressa,
Preciso senti-la em minhas mãos,
Evite que eu sofra ainda mais,
Acabe logo com a minha agonia...

Então!

6 comentários:

Fátima disse...

Oi Djalma,

Falou da saudade como ela é, dolorida, no meu ver o pior dos sentimentos (e olha que bem sei o que falo).

Beijo meu

Zilani Célia disse...

Oi Djalma!
Me pareceu um amor, antigo dos tempos de escola.
Muito bonita, fala de amor e saudade.
http://zilanicelia.blogspot.com/
Abrçs

LUZ disse...

Olá Djalma,

Belíssima imagem encima sua postagem.
A saudade é um estado de alma danado, feroz.
bom fim de semana.

Bjos de luz.

Verinha disse...

Olá Djalma!
Obrigada pela visita e pelas palavras carinhosas!!..
Eitaaa saudade... sentimento esse que qdo quer sabe fazer grandes estragos no coração :)

Beijão imenso em seu coração e uma linda semana para você!

Verinha

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
DJALMA CMF

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA ,STAR WARS, CARROS DE FUEGO, MEMORIAS DE AFRICA , CHAPLIN MONOCULO NOMBRE DE LA ROSA, ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER ,CHOCOLATE Y CREPUSCULO 1 Y2.

José
Ramón...

selvlan disse...

Escreves coisas lindas..acha inspiraçã..( Bom que tenhas um fonte inesgotável em tua casa)