quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Tua Luz Brilha? - Poesia

Como é difícil compreender a vida,
A sabedoria antiga diz nada acontecer com os bons...
Dizem que somos resultados do nosso passado
E, agora, no que acreditar?
Diante da dura realidade, tua luz brilha?
Olha como têm crianças nas ruas...
Onde está Deus? Pergunta o insensato.
Não acredita na morte infantil e nos abortos no anonimato.
A fome perdura e mesmo não querendo acreditar, ela continua!
Até quando isso vai acontecer? O insensato pergunta,
Querendo afrontar Deus em meio à multidão.
Ao não ouvir a voz do Criador, afirma que Ele não existe!
E quando pensavas que estava cheio de razão,
Ouviu uma das crianças com fome lhe falar...
O senhor já sentiu o vento bater em seu rosto? É Deus!
Poderá se esconder de ti mesmo, apagando todas as tuas velas?
Saiba que todas as suas lamparinas já se apagaram...
A causa da fome é o pecado do homem;
O silêncio de Deus é culpa do homem;
Eu estou na rua porque minha mãe encheu sua cama de homens.
Nenhum ficou em seu coração, a usaram e foram embora...
E quanto aos homens bons? Eles sofrem pelos erros dos maus.

Nenhum comentário: