segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Direito de Amar - Poesia

















Imagine poder ver passar,
Aquela que faz o coração parar.
Um simples sorriso ao olhar,
O cumprimenta sabendo que vai agradar.

Fica sempre no canto a esperar
E curte com prazer observar...
Admirador confesso vai se declarar,
Grande sonho, um dia a ela namorar.

Ainda não tem coragem de confessar,
Que sem ela está difícil de aturar,
Solidão é dor sem cessar
Ainda crê que ela vai se apaixonar...

Fica indócil querendo conquistar,
Aí, não consegue mais se concentrar...
Mas garante que vai se apresentar,
Para no final ter o direito de amar.

Menina dos Sonhos - Poesia

Você é a menina dos meus sonhos,
Desenhei-lhe em meus pensamentos.
No meu imaginário é a minha heroína,
Bela como as princesas, encanta a todos...

Vejo-lhe em ações cheias de beleza,
Seu andar é frenético e bem charmoso.
Grandiosa em suas virtudes sedutoras,
Sinto que você é um ser majestoso.

As pessoas a chamam de escandalosa,
Vejo inveja nessas reações contrárias.
Seria por causa do seu corpo escultural,
Ou simplesmente porque você é fogosa.

Na verdade você coloriu os meus sonhos,
Transformou o meu viver só em vê-la.
Imagino um dia poder tê-la e minhas mãos,
Para com todas as minhas forças poder amá-la.

Conto de Fadas - Poesia

Amar é como a brisa,
Paixão, fogo ardente...
Sonhar faz parte da vida,
Mas a despedida vem de repente...

Saudade é dor sofrida,
De alguém que ficou sem chão.
Mas com o tempo tudo suaviza
E revela toda intenção...

A alma se escraviza,
Quando age na mais pura emoção...
Ali habita a tristeza recolhida,
Ao não se vê pela razão.

A ausência é sempre sentida,
Pelo apaixonado coração.
Conto de fadas para quem dormita.
Aqueles que vivem na pobre ilusão...

Ao dar rosas desfolhadas,
Em troca, receber desprezo profundo...
Percebe-se que não viu a orgulhosa,
O gesto do sentimento mais lindo do mundo...

O amor!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Saudade Que Invade - Poesia

A saudade que me invade,
Chama pelo seu nome.
Ela rouba a minha alegria,
E entristece o meu coração,

Ah, como sinto a sua falta!
Como preciso lhe ter bem junto mim...
Sonho com o seu retorno,
Para voltar na vida a sorrir...

Vejo que esta dor que me assola,
Vai se dissipar com a sua volta.
Dará lugar a mais pura alegria,
Lembrando o tempo da escola.

Preciso que volte depressa,
Preciso senti-la em minhas mãos,
Evite que eu sofra ainda mais,
Acabe logo com a minha agonia...

Então!

Relação - Poesia

Amo-te e quero preservar a nossa relação,
Mas você alterna doçura e irracionalidade,
Isso não fará de nós dois um só coração...

Sei que você é mulher doce e carinhosa,
Porém em alguns momentos é criatura rude,
Usa de uma brutalidade vazia e assustadora...

O que será que está acontecendo com você?
Falta equilíbrio em suas ações e pensamentos,
Seja sempre a mesma mulher linda e gentil...

Se revele enquanto fazemos amor,
Assim conseguirei melhor lhe entender,
Para não sofremos juntos a mesma dor...

Nada justifica atitudes desequilibradas,
Tenho grande esperança em lhe fazer feliz,..
Mas vira e mexe me agride com palavras...

Amor Bandido - Poesia

Nesta nossa aventura perigosa,
Entre seduções e caprichos...
Não dei conta de que forma deliciosa,
Caí num alçapão feito um passarinho.

Você é uma mulher encantadora
E nada passa em brancas nuvens...
Além de ser pessoalmente sedutora,
o meu amor em ti se confunde.

Nosso envolvimento é uma armadilha,
Falsas promessas que sustentam ilusões.
Quando acordei vi que ainda era dia.
Então, há tempo de voltar à razão!

Nossos momentos jamais serão esquecidos,
Mas sabemos que o nosso amor é bandido.
A única coisa sensata que eu posso fazer,
É deixá-la para não viver iludido.

Quilômetros Pra Nada - Poesia

O sol com sua pujança aquecia-me sem dó,
Eu queria chegar mais perto de você.
A ânsia de chegar aumentava cada vez mais,
Provocando um certo caos na minha imaginação.
Pensava que iria me receber com surpresa,
Algo que eu reservava com alegria no coração.
A ansiedade que avançou ao desembarcar,
Não tinha explicação plausível dentro de mim.
Era o amor que levava meu coração a bater forte,
Mas o mau encontro não estava previsto.
Ao chegar percebi o seu desinteresse,
Foram mais de duzentos quilômetros para nada.

sábado, 15 de outubro de 2011

Lição de Casa - Homenagem

Como um guia natural,
Está em todos os cantos.
Sua missão é divinal,
Eu clamo aos governantes!

Seja Professor ou mestre
Não importa como os chamam.
No salário é que se investe,
Para se ter um futuro sem dano.

Crianças anseiam por melhoras,
Pois o seu futuro está logo ali.
Os pais pagam pelas vitórias,
Dos seus filhos por aqui!

A sociedade pede justiça,
Salário digno para a classe.
A educação é fundamental, ouça...
Oh, governo sem enlace!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Doce Paixão - Poesia

Minha doce paixão
Você me enfeitiça
Sinto-me mais apaixonado
A cada lance nosso, minha querida.

Você me encantou
Foi a sua beleza exuberante
E nos detalhes de seus traços
Sinto o seu charme cativante

Sua fala mansa é deliciosa
O seu jeito delicado me conforta
Nem parece que é fogosa
Minha alternativa bem dengosa

Você é linda, muito linda mesmo.
Por dentro e por fora
E custe o que custar
Eu farei sempre você feliz

Tua Luz Brilha? - Poesia

Como é difícil compreender a vida,
A sabedoria antiga diz nada acontecer com os bons...
Dizem que somos resultados do nosso passado
E, agora, no que acreditar?
Diante da dura realidade, tua luz brilha?
Olha como têm crianças nas ruas...
Onde está Deus? Pergunta o insensato.
Não acredita na morte infantil e nos abortos no anonimato.
A fome perdura e mesmo não querendo acreditar, ela continua!
Até quando isso vai acontecer? O insensato pergunta,
Querendo afrontar Deus em meio à multidão.
Ao não ouvir a voz do Criador, afirma que Ele não existe!
E quando pensavas que estava cheio de razão,
Ouviu uma das crianças com fome lhe falar...
O senhor já sentiu o vento bater em seu rosto? É Deus!
Poderá se esconder de ti mesmo, apagando todas as tuas velas?
Saiba que todas as suas lamparinas já se apagaram...
A causa da fome é o pecado do homem;
O silêncio de Deus é culpa do homem;
Eu estou na rua porque minha mãe encheu sua cama de homens.
Nenhum ficou em seu coração, a usaram e foram embora...
E quanto aos homens bons? Eles sofrem pelos erros dos maus.

Os Jovens Proclamam - Poesia

Ao ouvir os gritos que vem das margens,
Esse povo solidário vai ao seu socorro...
Buscam os que estão em desvantagens,
Libertam os perdidos nas sarjetas e nos morros.

A igualdade social busca ter o seu penhor,
Para libertar os jovens que estão no crak
Para não morrerem... Liberdade é o socorro!
Mas precisam de um braço forte como apoio.

Pátria amada, liberdade os jovens proclamam...
Tu és idolatrada, mas trate bem os que a amam...
Brasil teu sonho é real, de amor e esperança...
Resplandeça seu brilho nos rostos dessas crianças.

Terra muito amada e gigante por natureza,
Adorada por todos e cheia de riquezas!
Ergue a tua justiça com clava de fortaleza,
E liberte os que precisam e clamam com certeza.

Os nossos jovens!

sábado, 8 de outubro de 2011

Dias da Semana - Mensagem Poética

No primeiro dia, Deus criou a luz e fez separação das trevas, já o homem escolheu ir ver futebol.
Um lindo domingo para você...

No segundo dia, Deus criou o céu, já o homem preferiu ir sonolento trabalhar.
Desejo à você uma segunda-feira cheia de felicidade...

No terceiro dia, Deus criou a terra e toda natureza existente nela, já o homem, um pouco mais disposto voltou ao trabalho.
Que seja um dia de alegria a sua terça-feira...

No quarto dia, Deus criou o sol, a lua e as estrelas, já o homem, no final do expediente foi jogar uma bolinha.
Que seja uma noite cheia de encanto a sua quarta-feira...

No quinto dia, Deus criou as aves do céu e os peixes dos rios e do mar, já o homem, faltou ao trabalho e foi pescar.
Que você tenha uma quinta-feira sossegada...

No sexto dia, Deus criou a mulher, já o homem, marcou com ela para tomar um chopp e ir ao motelzinho.
Só para lembrar! Sexta-feira é dia de tomar uma gelada...

No sétimo dia, Deus descansou depois de fazer uma grande obra, já o homem, foi expulso do paraíso por não querer fazer nada.
Sabado de ressaca! Tenha um bom descanso...

Feliz Daquele - Poesia

Feliz daquele que sabe bem viver,
Ama a vida em toda sua extensão.
Atrai para si somente bons fluidos,
Ignora os erros do alheio coração.

Feliz daquele que não julga ninguém,
Respeita o jeito de ser de cada um.
Mas não abre mão dos seus princípios,
Por causa das intolerâncias de alguns.

Feliz daquele que atenua os conflitos
Sabendo que tudo são bobas vaidades
Não se curva as más ações por nada
Sabendo respeitar as escolhas individuais

Feliz daquele que ama a natureza
E busca ser feliz com toda certeza
Sabe que em Deus está a sua confiança
Não convive naturalmente nas lambanças

Feliz daquele que vive bem os seus momentos
E divide tudo em suas devidas prioridades
Age em sintonia com os quatro elementos,
Respeita a terra, a água, o fogo e o ar.

A Força Que Revigora - Mensagem Poética

Quando você estiver triste, não se diminua.
Ao se sentir insignificante a força desvanece.
Cada dia que passa é um novo recomeçar
E existe alguém que é feliz por lhe amar.
O amor é a força que reduz toda dificuldade,
E quem vive em sintonia com ele se revigora,
Estará realizado em todos os setores da vida,
Pois, esta força sublime o capacita ao sucesso.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Novo Amanhecer - Mensagen Poética

Quero a cada amanhecer um nascer novo,
Ignorar o dia anterior para não repetir os mesmos erros.

Entender que o que passou já virou história,
Pois os amigos sempre perdoam e os inimigos não aceitam explicações.

Quero outra vez me ver puro novamente,
Lavar-me a cada manhã na brisa que bate em meu rosto.

Do homem velho nem a poeira ficará em mim,
Porque me lavarei e trocarei todas as minhas vestes.

As palavras gastas e os gestos eloquentes me desfiaram,
Mas aprendi que se não quiser nada adianta fazer.

Quero reviver somente os bons momentos,
De cada manhã que a minha alma na terra sobreviver.

Um lamento! - Poesia

A tentativa mais interessante de revigorar o amor,
É ser gentil e mandar flores nas datas pré-determinadas.
Mas não custa nada provocar algumas surpresas,
Buscando antecipar sempre esses eventos,
Para não descuidar da pessoa amada.

Mas se no decorrer as coisas tomarem um rumo desagradável,
O sentimento que nasceu e com o tempo cresceu,
No final deixará de florescer, por pura distração...
Secando e regredindo vai se esvair entre os dedos,
Minguará até ver o seu triste final!

Geralmente quando isso ocorre o filho já nasceu
E o que antes ao nascer era benção, vira empecilho!
Motivo perfeito para uma vida a dois sem os dois,
Até porque, ninguém está nem aí... Pra mais nada!

O fato de um esquecer do outro rapidamente,
Mostra que não era tão grande o sentimento,
E a chama que um dia ardeu bem forte
Estava em estado de fogo brando, um lamento!