terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Muito Insano - Rondel

A saída do seu lar sem avisar,
É algo covarde e muito insano.
Amanhã ninguém sabe se vai dar,
Para reparar todo causado dano.

A falta de adeus no abandono,
Não é a forma ideal de terminar.
A saída do seu lar sem avisar,
É algo covarde e muito insano.

Os filhos chorarão se abandonar,
A casa que construiu como dono.
Querem viver, só pra lhe amar...
Orgulhosos, verão você no trono.
A saída do seu lar sem avisar.

2 comentários:

Isis Dumont disse...

Oi, tudo bem?... Belo e triste rondel. Mas de versos sensatos. Parabéns!
Beijos poéticos em sua linda alma!
Isis...

LUZ disse...

Olá Djalma,

A partida é sempre triste e sem avisar, pior ainda.

Beijos de luz.