terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Analogia do Amor - Poesia

Ao pensar numa analogia para o amor,
Analisei a sensibilidade dos nossos sentidos.
Ele é um somatório da alegria com a dor,
Emoções vividas, sentimentos permitidos!

O Amor é o alicerce que sustenta a relação,
Mas depende dos dois lados dispostos.
Nisto ele contraria quem espera na razão,
Pois, se encontra entranhado em nossa pele.

Carrega consigo o poder de perdoar,
Sobrevive a tudo, até a própria morte!
Nesta vida precisamos aprender amar,
Porque nada supera o amor quando forte.

Quando alguém admite que ao outro ama,
Esse lado declarado sente uma paz aparente.
Não sabe que o seu interior também clama,
Querendo ser amado, por se sentir carente...

3 comentários:

Kellen Bittencourt disse...

Boa tarde amigo, primeiro obrigado pela visita, fico muito feliz, segundo um poema encantador sobre o amor, de fato quem declara espera a declaração do outro tbem! Abraços

Rute disse...

Que lindo poema meu amigo!
Parabéns

fêrlyvictoria disse...

Oi é o amor é uma locura, passando&seeguindo. Beijiinhos :*
@per_feitosparaoamor
@ferly_victoria
http://reverseobrlife.blogspot.com/