segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

In - Indriso

Momentos insaciáveis,
Desejo insopitável,
Amores inimagináveis.

Paixões incontroláveis,
Ternura inquestionável,
Casais incoercíveis.

Relações indispensáveis,

Sexo deveras inevitável.

Um comentário:

Aparecida Ramos disse...

Versos sensíveis, belos, sensuais e intensos de mais! Bem inspirado, poeta! Beijos, com saudades...