quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Padrasto - Soneto

Guardastes um sorriso cordial e generoso,
Querendo me enfeitiçar com o seu carinho.
Mas não precisa ser assim, tão atencioso...
Pois, eu sei como seguirei o meu caminho.

Sabendo que você é verdadeiro, mas cruel!
Não desgarrarei sequer dos meus objetivos.
Sentirei-me feliz se cumprir o meu papel,
Isto vai lhe deixar muito melhor comigo.

Aceito todo desafio com coragem e força,
O tempo passa como as chuvas de verão,
Eu não cederei nada em favor desta orça.

Meu padrasto! A vida é feita de realizações...
Conte com o meu carinho e minha energia,
Saiba que seus esforços não foram em vão!

2 comentários:

Aparecida Ramos disse...

Aplausos, DJALMA, pela gratidão expressa de maneira sincera, nesse belo Soneto. É uma das virtudes que mais admiro no ser humano.
Beijos no seu lindo coração!

Aline Santos disse...

Estava eu fazendo um tour aqui pelo seu blog e me deparo com seus vídeos de composições! Bravo! Isso sim é que é música de qualidade e de conteúdo!!

Ah.. e a respeito deste soneto! Sensacional, você "brinca" com a técnica de fazer sonetos, ou seja são perfeitos!

Tenha uma ótima noite! Bjs!