domingo, 29 de abril de 2012

Uma História Gloriosa - Homenagem

Em General Severiano existe uma Sede não qualquer Sede, mais uma linda Sede! Ali mora uma paixão não muito grande e nem muito pequena, mais uma imensa paixão... Quem tem o prazer de passar por ali sente arrepios de emoção, sentimentos aflorados como o de Heleno de Freitas, daí, percebe-se ser aquele lugar muito especial. Ao passar durante a noite naquele local, facilmente se vê um facho de luz e uma estrela solitária a brilhar, é verdade!!! Nela passeia um anjo de pernas tortas que parece proteger aquele lugar. Eu busquei entender o porque de tudo aquilo, aí conheci o ser glorioso que mora ali. Nas batalhas campais praticadas por ele, nasceu o amor incondicional dos seus súditos... Clube rico em história, clube de grandes tradições, a nação brasileira o agradece pelo tri mundial conquistado. Saiba que para aprender a ser Botafogo tem que saber fugir do trivial, saber buscar a inspiração verdadeira onde não existem falcatruas e nem tendências maldosas e inescrupulosas. Aprender a ser Botafogo é saber que este clube é especial, é amor passional que não se encontra em qualquer esquina! Quando eu digo que sou Botafogo sinto em mim uma emoção mais apurada, fruto da benção do alto pela escolha acertada! Se perguntarem porque sou Botafogo, eu respondo assim: Sou Botafogo porque é o maior vencedor do Rio/São Paulo entre os cariocas; ele é o único tetracampeão o estado; ganhou a taça Guanabara de 1997 com onze vitórias em onze jogos, foi o clube que mais contribuiu para seleção brasileira na história, ficou cinquenta e dois jogos sem perder, detém a maior goleada do futebol nacional e quando ganha é contra tudo e contra todos. E quanto à superstição de nós botafoguenses, ela é um estímulo a mais..., e nós acreditamos que existem coisas que só acontecem ao Botafogo, e isso faz dele um clube diferente dos outros. Seu escudo é o mais belo do planeta, o único no Brasil que não carrega alguma letra. Portanto, eu sou do clube glorioso que a grande massa teme renascer das cinzas. Botafogo é um clube de tradição e minha eterna paixão, a sua estrela solitária como um facho de luz brilha dentro do meu coração e, ele será para sempre o meu alvinegro campeão.

5 comentários:

VILMA PIVA disse...

Olá Djalma,
Você é torcedor de alma e coração!
Viva o Botafogo e esse querido anjo de pernas tortas!

Beijos São Paulinos!

Marly Bastos disse...

Eita paixao!

sabe eu ja fui botafoguense quanto era adolescente isso pq meu vizinho era Botafogo roxo e como eu o paquerava de longe, resolvi que seria o meu time... Massss, um dia eu me arrumei e fiquei em frente ao portão e ele adiquiriu coragem para ir falar comigo e veio todo lindo com a camiseta do Bota e short branco. Quando chegou perto e disse oi, eu vi uma enorme casca de feijão preto bem no dente da frente e ela misturou com a estrela do time. Aquela casca de feijão preto acabou com minha paixão pelos dois, pois eu sempre assossiava o Botafogo com o vizinho e com a casca.
Paixão de adolescente, nada tão forte como a sua.
Beijokas doces

Michele Pupo disse...

Djalma

Parabéns pelo título e pelo texto.

Um bom feriado.

vendedor de ilusão disse...

Olá Djalma, obrigado pelo contato! Eu falei em divulgar seu livro e não as suas poesias, para tanto, se quiser, envie a Capa, a release se houver, as referências (nº páginas, edição, editora,ISBN se houver); sua foto e seu perfil, que faço a divulgação.
Um abraço.
e-mail: jrviviani@uol.com.br

Aparecida Ramos disse...

Olá meu querido poeta e amigo DJALMA, a partir de agora virei torcedora do BOTAFOGO, também (risos) Parabéns por essa paixão botafoguense, por tanto amor e devoção por seu time, querido.
Um beijo poético e um ótimo finalzinho de tarde!