quinta-feira, 21 de junho de 2012

Século XXI - Poesia

A minha maior tristeza foi à morte da moralidade,
Neste século adiantado de democracia e vaidade.

Houve desmoronamento de toda nossa integridade,
A população está em pavor, sofre a grande sociedade.

Sentimento comum de valor básico e profundidade,
Combate com muito fervor essa tal modernidade.

Esses grupos se unem para destruir com profundidade,
O povo que luta contra eles, numa linda fraternidade.

Acusam os seus contrários com a rude elasticidade,
Diz ser o povo insignificante e cheio de incapacidade.

Vivem digladiando com muita firmeza e mutabilidade.
Eles não têm princípios, nem tão pouco a legitimidade.

Não pensam no bem do povo, só vive de popularidade,
Hipnotiza a grande massa com mentiras e liberalidade.

Mas vai tomar o tiro de misericórdia esta bestialidade,
Que acredita nada perder nesta cruel e fria oportunidade.

4 comentários:

Kellen Bittencourt disse...

Bom dia amigo, vc tem saido um grande poeta hein, qtas reflexões vc anda fazendo poeticamente por aki, perfeito! Parabéns! Abraços

Rosa disse...

El siglo XXI no va a poder con nosotros Djalma. Hay que luchar por los ideales limpiamente y no perder de vista los valores.

Un abrazo

Lucinalva disse...

Olá Djalma

Poesia edificante, destaco essa parte: "a minha maior tristeza foi à morte da moralidade,
Neste século adiantado de democracia e vaidade." Que Deus te abençoe a cada dia e continue te usando. Um forte abraço.

♥ Luluasol ♥ disse...

Amigos são irmãos que somente moram em casas diferentes
estou ausente mas estas sempre no meu coração
•♥*•☼Love ❤Hugs☆•*♥•
Friends are brothers only who live in different houses
I'm absent but you're always in my heart
Feliz Semana – Happy Week