sexta-feira, 13 de julho de 2012

Seja Feliz, Sorria! - Prosa Poética


Porque andas tão triste? Não vê que a tristeza encurta a vida? Saiba que o sorriso aformoseia o rosto, enquanto um rosto fechado afasta as pessoas...!

Sei que você vai me dizer, que existem diferentes tipos de sorriso... que existe o sorriso espontâneo e o sorriso automático, além de nem sempre sorri quem está alegre...!

Eu lhe digo, que diferentes elementos podem transmitir sua personalidade através do sorriso... e uma boa gargalhada pode transformar um dia de azar, num dia tranquilo...!

Há vários tipos de sorrisos: No sorriso largo os lábios deixam ver os dentes... no sorriso fechado os escondem, sem alterar a fisionomia do rosto...!

E Não existe coisa melhor do que roubar um sorriso... quando ganhamos um simples sorriso de alguém, ganhamos o nosso dia...!

O sorriso alegre é leve e relaxante, típico de uma pessoa calma e suave que inspira serenidade...!

Sorrir faz bem para a saúde... e o sorriso aberto caracteriza as pessoas como extrovertidas, que transmitem toda a sua simpatia...!

O sorriso discreto sofistica a pessoa, o largo demonstra generosidade e o amarelo é o mais comum de todos...!

Quando constantes, eles transmitem força de caráter... já quando ousado demonstra coragem...!

O sorriso contagiante, nos presenteia com o otimismo... o sorriso verdadeiro é considerado demorado e transmite sinceridade...!

Quanto as comédias, elas valem todas as nossas boas risadas... e ter senso de humor protege as artérias e o coração...!

Todos os tipos de sorrisos são muito interessantes e devemos sempre sorrir, mesmo que seja de raiva...!

Até porque, sorrir significa mais do que aprovar... um sorriso melhora todas as impressões... sorrir aproxima as pessoas do lugar... e a alegria de um sorriso conforta os corações...!

Então, seja feliz, sorria!

2 comentários:

Rosa Viñas disse...

Yo te envío una sonrisa sincera y llena de alegría Djalma.

Saludos

Valéria Souza disse...

É muito bom sorrir! mesmo que a figueira não floresça, mesmo que não haja flores no jardim,mesmo que não haja gado no curral, continuarei louvando ao Senhor com o meu sorriso mesmo assim. Grande texto. Um grande abraço, poeta.