terça-feira, 28 de agosto de 2012

Compaixão - Soneto

Compaixão é sofrer com o sofrimento do outro,
Atitude das almas nobres espalhadas no mundo.
O destino tende a massacrar quem dela precisa,
Mas ela intervém com ações sobre o moribundo.

Os seres vivos buscam ter suas relações entre si,
Com muitas alegrias e felicidades para com todos.
Quando se concentram em esclarecer tudo enfim,
Mostram o sentido da compaixão em meio ao fogo.

O destino é cruel para homens carentes de compaixão,
Mas ela intervém nos sofrimentos de altas proporções,
Ainda bem, que no mundo tem gente de bom coração!

Quando o infeliz sofre com o revés de uma dura vida,
Sua procura em si mesmo torna a mente mais restrita,
Necessitando de um auxílio de forma bem objetiva...

3 comentários:

Kellen Bittencourt disse...

Oiii amigo, ter compaixão é demonstrar o sentimento de pureza que temos dentro de nós, muitas vezes soterrados! Lindo poema! Abraços

Janice Adja disse...

Acho que compaixão não é sofrer com o outro. É ajudar ou tentar ajudar o outro em seus problemas.
mesmo assim o poema - soneto ficou muito lindo.
beijos!!!!

Lucinalva disse...

Olá Djalma

A compaixão é o desejo de ajudar aqueles que sofrem, nobre sentimento. Jesus deixou para nós vários exemplos. Lindo soneto. Um forte abraço.