quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Descobrindo-me - Poesia

No instante em que me distrai,
Deixei passar a pessoa da minha vida.
No instante em que me escondi,
O amor me procurou em todos os lugares...
No instante em que não acreditei,
A verdade quis demais me agradar...
No instante em que me perdi,
Nada e nem ninguém poderiam me achar.

Já passei várias horas chorando,
Ou até sorrindo pelos mesmos motivos.
Já contemplei coisas que jamais aconteceriam,
Pela lógica do meu momento.
Já inventei mil desculpas,
Só para não partilhar da alegria alheia.
Já fui chamado de bobo da corte,
Por demonstrar vontade de acertar.

E aprendi que empenho demais,
Às vezes atrapalha mais do que ajuda.
Aprendi que os amigos funcionam,
Mas de acordo com as circunstâncias.
Aprendi que ninguém é insubstituível,
Basta não ter mais o que oferecer.
Aprendi que o mundo é dinheiro,
É quem dá as cartas pra valer.

Agora sei que não adianta ser recíproco...
Nem na bondade quanto na maldade.
Agora sei que eu faço é porque quero!
Sem nada esperar em troca.
Agora sei que não existe a fórmula ideal,
Para agradar as pessoas...
Agora sei que por mais que eu me importe,
Tem sempre aquele que não se importa.

9 comentários:

Lucinalva disse...

Olá amigo

Que lindas palavras você deixou no comentário lá no meu blog, gostei demais. Obrigada pelo selo vou pegar. Você escreve muito bem, parabéns pelas poesias tão marcantes. Que Deus continue te inspirando. Um forte abraço abençoado.

Rita disse...

♥-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-♥Que bonito ler palavras poemas versos tão bonitos, e vc sabe como colocar bem todas juntos
Elogiar faz bem então te elogio
Quanto ao selo eu agradeço
Abraços com carinho
Rita!!
♥-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-*´¨`*-:¦:-♥

Valéria Souza disse...

Parabéns por cada trabalho desenvolvido, amigo. É verdade quando você coloca que não adianta ser recíproco, pois não se deve fazer nada por esperar algo em troca,é pura ilusão. Bjs.

Valéria Souza disse...

Ah! só complementando, a auto-descoberta nos leva a crescer e a amadurecer. É fato.

Janice Adja disse...

Já faz um tempo que aprendi que as pessoas são substituíveis. Todo mundo é substituível.
Adorei seu poema.
Beijos!!

Filha do Rei disse...

Também tenho aprendido muitas destas coisas que transformaste em uma linda poesia.
O mais interessante da nossa vida é que ela é um constante aprendizado, nos momentos mais apáticos e nos mais mo vimentados, frenéticos sempre existe uma "matéria" da vida a aprender e este fato e fascinante.
Tenha lindos dias. Bjs

Kellen Bittencourt disse...

Amigo poesia linda demais e super verdadeira, parabéns, já busquei meu selinho viu, obrigado de coração,adorei, já foi p minha página de selos! Abraçosss

»♥«Nati Caetano»♥» disse...

Amigo Djalma, muito obrigada, você é uma pessoa maravilhosa, escreve tão bem, com seu dom que é único.E cada poeta com seu poetar.

Agradeço imensamente pelo selo.

Amigo tem instantes na vida que fechamos os olhos, deixamos partir uma pessoa importante da nossa vida, e descobre-se que perdeu-se.E o Amor está dentro de cada um de nós, e mesmo pq existem vários tipos de amor. O Amor de mãe para filho,ou vice-versa tb é Amor, o amor entre um homem e uma mulher e como aparecesse uma estrela ao seu lado, e teu olhar iria ao encontro desse Amor.Adorei esse belo poema.

Uma feliz noite cheio de poesias. Bjs

Ah, onde pego o selo ? rsrs



Rosa Viñas disse...

Hola Djalma. Precioso.

Un saludo