sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Cidade Que Não Dorme - Poesia

Maior metrópole da nação,
Centro histórico e financeiro,
São Paulo é como um coração,
De mãe, que acolhe o país inteiro!

Nasceu em pleno verão,
Em vinte e cinco de janeiro.
Lugar de oportunidades,
Para quem trabalha com firmeza.

A esperança mora nesta terra,
Para o seu povo que sempre luta.
São Paulo é cidade que não dorme,
Para conquistá-la, só com muita labuta!

Os que buscam recanto nesta cidade,
Conhece o seu espírito hospitaleiro.
Para ela não existe homem estranho,
Abriga à todos com carinho lisonjeiro.

2 comentários:

Janice Adja disse...

Muito bom.
você não para de escrever um minuto.
Parabéns!!!
beijos!!

VILMA PIVA disse...

Olá Poeta Djalma, linda homenagem a cidade de São Paulo! Parabéns!!!
Beijos!