quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Deus Escolhe Gideão - Mensagem de Texto


         
Gideão era um dos filhos de Joás, da tribo de Manassés, que habitava em Ofra. Trabalhava diariamente cuidando do seu trigo para salvá-lo dos midianitas que na época haviam invadido Israel, tornado o seu povo cativo. Porém, num determinado dia ele percebe um anjo do Senhor se aproximar para lhe trazer uma missão. Gideão relutava em acreditar, mas o Senhor se revelava a ele de maneiras poderosas e lhe prometia uma vitória sobre o povo opressor. 



            Ele era tido como um cara valente, mas Israel estava em desvantagem diante do inimigo e assim, se sentia muito pequeno frente a grande responsabilidade confiada. Veja como tudo começou:

Olá, tudo bem, Gideão;

Quem é você?

Eu sou um Anjo do Senhor;

Então, fala pra Deus que as coisas não estão nada bem por aqui;

Ele sabe, foi ele quem me enviou para lhe dizer, que você é o escolhido da vez;

Diante da responsabilidade e bastante temeroso pela sua inexperiência, ele tinha medo de falhar na missão confiada. Diante disto, resolveu pedir que o Senhor confirmasse o que fora revelado. Realizando assim duas provas em duas noites seguidas, onde Deus confirmou ser Ele o autor do chamado.

A convocação do povo foi algo inusitado, e quase se transformou em algo hilário, se não fosse assustador para Gideão. No primeiro momento se apresentaram trinta e dois mil homens, mas a grande maioria não tinha a coragem devida, não era um povo guerreiro e Deus sabia disso.

 É demais o povo que está contigo – falou o Senhor;

Mas o povo medianita é muito grande, cerca de um milhão de homens e nós somos trinta e dois mil e o Senhor diz que somos muitos? – respondeu preocupado Gideão;

Mas quantidade não é qualidade, você quer ver só: diga para eles, quem for covarde ou tímido que volte – disse Deus;

Quando Gideão proferiu essas palavras voltaram quase vinte e dois mil homens, restando agora apenas dez mil à sua disposição. Isso fez com que Gideão viesse a sentir um frio na barriga.

Neste momento o Senhor resolveu lhe surpreender de novo, dizendo: Gideão, ainda há povo demais, faze-os descer às águas;

Quando ordenou que fizessem o que Deus determinou, Gideão percebeu ter um exército de gentes distraídas, (aqueles que se abaixaram para lamber às águas), presas fáceis para os seus inimigos. Diante de tal fato, resolveu despedir praticamente todos os convocados, sobrando somente trezentos homens vigilantes (aqueles que beberam água levando a mão à boca).

Deus muito obrigado por me mostrar que realmente é impossível - falou Gideão, achando que Deus só queria mostrar-lhe a fraqueza de Israel diante do seu inimigo;

Com estes trezentos homens, eu darei os midianitas nas tuas mãos – disse Deus;

Isso é loucura, com trezentos homens é impossível. – recebeu como resposta;

E tem mais, nenhum de vocês usará espada – retrucou-lhe Deus;
           
Naquela mesma noite o Senhor ordena Gideão a se levantar e descer ao arraial inimigo. Ali ele ouve o relato de um sonho: “Certo homem disse ao seu companheiro: tive um sonho: Eis que um pão de cevada rodava contra o arraial dos midianitas, e deu de encontro à tenda do comandante, de maneira que esta caiu e virou de cima para baixo e ficou estendida. Respondeu-lhe o companheiro: Isto não é outra coisa senão a espada de Gideão”. (Jz 7:13-14). Ao toma conhecimento do sonho, Gideão adorou ao Senhor, e entendeu que a vitória não seria sua e nem dos seus homens, mas de Deus.

Agora estou certo que Deus nos dará vitória nesta luta, não temos o que temer o Senhor Deus peleja por nós e destruirá os nossos inimigos – disse Gideão;

As armas utilizadas para a batalha foram as seguintes: buzinas, cântaros vazios e tochas acesas; armas aparentemente inofensivas, mas quando surgiu àquele grande número de tochas acesas e o barulho das buzinas, o inimigo se apavorou e foi derrotado matando uns aos outros.

Obs: Esta batalha serve de exemplo para todos nós quando tivermos que enfrentar um grande desafio, pois a vitória não virá pelas nossas forças e aptidões, mas pelo Senhor Deus.

5 comentários:

Sónia M. disse...

Que a fé nunca nos falte!

Tenha um lindo dia Djalma :)
Beijo
Sónia

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Nesta PELEJA...NÃO tereis que PELEJAR.

Gideão...grande exemplo para continuarmos crendo no INVISÍVEL...ONISCIENTE...ONIPRESENTE...ALFA e ÔMEGA.

Muito bom!
Um abraço
Fica com DEUS.

Lucinalva disse...

Olá Djalma
Que linda passagem bíblica, realmente Deus é Poderoso em todos os seus propósitos. Tenha um lindo dia.

Rosa Viñas disse...

Hola Djalma es una pasaje precioso. A veces las adversidades no nos dejan ver más allá y nos hacen olvidar lo esencial, que Dios nos acompaña.

Un abrazo

Ordem do Saber disse...

Seus textos sobre Deus são incríveis. Simplesmente o que precisamos ler quando entramos na internet.

Um bom domingo.