terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Bons Ventos - Soneto

Os bons ventos já começaram a soprar.
Alegria mostrou a sua cara brilhante!
Percebi assim que voltou neste andar,
Sensual e terno como sempre fez antes.

A maré de azar abandonou este lugar,
A noite longa foi sem deixar saudade!
O dia sorrir com a alvorada amarelada,
Pois a lua era um estranho ser minguante.

Sua presença trouxe-me um belo renovo,
Alimento de sonhos e de grande prazer,
Provocando a pobre vida neste retorno.

Já estava combinado nas estrelas e céu,
Que nascemos para vivermos lado a lado.
Compartilhando sonhos e alegrias ao léu!

4 comentários:

Kellen Bittencourt disse...

Esses bons ventos qdo chegam, é tudo de bom! Que permaneçam durante um bom período rsr abraçosss

#*Marly Bastos*# disse...

Quando a alegria instala dentro da gente é sinal de que toda agrura foi colocada porta à fora.
Que os bons ventos soprem constantemente na sua vida!
bjks doces.

Meus Scraps. disse...

Olá boa noite!
Obrigada pela visita,e seu comentário bjs.

Lucinalva disse...

Olá Djalma
Quando a alegria toma conta do nosso ser tudo torna-se bonito. Lida poesia. Bjs