segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Lábios Que Se Tocam - Soneto

Quando os lábios se tocam querendo amor,
Provocam ardência nos contritos corações.
Sentimento profundo, um vício dominador!
Corpo e alma, sintonia em loucas emoções.

Esse momento é envolvido por uma magia,
Exala romantismo nestes suores ardentes.
Momentos de carinho, paixão e pura energia;
Abraço apertado, troca de mãos constantes!

Seus beijos fazem com que percam a noção,
O tempo não existe para quem deseja amar,
Esse caminho os leva as ternas sensações...
Maliciosos sentidos de dois corpos quentes!

Diante das mútuas trocas eles aceitam tudo,
E se acariciam na loucura de um só desejo!

4 comentários:

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

EITA!!!!
rsrsrs

Realmente, o AMOR verdadeiro não tem limites.É FOGO e CHAMA.
Lembrei de minha amiguinha Rô agora.
Segura Pião!!!!!!
rsrsrsrs
Um abraço, fica com DEUS...sempre!

Kellen Bittencourt disse...

Olá Amigo, Momentos de amor bastante especiais, com certeza combustível para nossas vidas! Abraços! Tenha uma ótima semana!

Ellís Montechiari disse...

Boa tarde,Djalma!Passando para retribuir sua visita ao blog Ellis Montechiari.Parabéns,por este espaço e muito obrigada por dividir conoco este seu mundo da poesia.
Já estou te seguindo.\o/♥\o/

Você : A Ideia Mais Fantástica de Deus.

Meus Scraps. disse...

Olá boa noite!
obrigada pela visita volte sempre.
Adore seus poemas bjs.