sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Guerreiro na Fraqueza - Poesia















As luzes do palco da vida ainda estão acesas,
Na essência do velho trabalhador incansável...
Os escombros dos problemas não os impedem,
Que tenha forças para continuar a jornada...
O seu corpo físico não é mais o mesmo,
Mas guerreiro na fraqueza não se dá por vencido...
Até os últimos momentos de sua vida,
Acredita que vencerá os seus infortúnios.
Mesmo ferido e sentindo fortes dores na alma,
Não se entrega por vans manipulações e desprezos...
O poder constituído não reconheceu o seu valor,
Tentou jogar morro abaixo o seu otimismo,
Mas perplexos estão com tamanha determinação.
Construiu com amor a sua nação tijolo a tijolo,
Na esperança de vê-la crescer diante do mundo...
Hoje sai de cena um velho, chamado de louco!
Com uma aposentadoria irrisória e depreciativa.
Para não sofrer mais, abandonou a caminhada...
Na informalidade busca a dignidade perdida,
Complemento bem vindo para os dias festivos,
Que compartilha junto aos que o amam de verdade.
No palco terreno desempenhou bem o seu papel,
Mas no instante derradeiro onde esvaíram as suas forças,
Tentaram retirar dele toda sua saúde e grana...
Esqueceram que país rico, deve respeitar seus construtores!

A Morte do Avatar! - Poesia

A vida de encanto e desencanto,
Fazem de nós vítimas diárias...
Neste mundo louco que estamos,
Morremos um pouco em cada área.

As dores provocadas pelas perdas,
Fazem de nós presas fáceis nas batalhas.
É saudade ou amor sem sorte...
Quanto sofrer espalhado pela cidade.

De tanto que sofremos entre os dias,
Não sobra muito para enterrar...
Cada ser morre um pouco a cada dia,
E a morte não tem mais o que matar...

A vida acumula mais perdas que ganho,
Sinto-me no lucro quando consigo amar!
Momentos felizes são importantes,
Para frustrar a morte do meu Avatar!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Anseia Abster-se - Poesia

Num sonho transloucado e sem ter esperanças,
O jovem anseia abster-se das drogas e álcool.
Pensa falar menos e ouvir mais com humildade.
Reconhecendo os seus erros, querendo mudar!

Busca aceitar as imposições por necessidade,
Sabendo que tudo na vida, ele pode modificar...
Esquecer o passado para viver melhor o presente,
É ter esperança vindoura do futuro vivenciar!

Na sua luta tende a mudar os seus alvos e metas,
Encorajado numa possibilidade real de mudança.
A sua família intensamente o ama e sem pressa,
Acredita no seu desejo de vencer a desconfiança.

Pedi perdão a todos que foram por ele atingido,
É o princípio de uma recuperação mais profunda.
Não se pode esquecer que na vida qualquer filho,
Tem lugar no coração, mesmo que seja escondido!

Efusão dos Sentidos - Poesia

O guardião alado da essência espiritual,
Protege o ser dos mais eminentes perigos...
No momento atual a sensibilidade desanda,
Separando o corpo de muitos do Espírito.

Ao se auto-endurecer e desviar de toda verdade,
O homem amargará situações delicadas, sem saída!
Não conseguirá adentrar no mundo invisível,
Onde o corpo é encoberto pelo Espírito Vivo.

Para tornar a ter de novo o contato espiritual
E ver Deus habitar sua perfeição com suavidade,
O aquebrantamento do coração se faz necessário,
Não provoca dor, nem tão pouco animosidade!

A Presença Santa corrige as intempéries da vida,
Conforta as pessoas machucadas pelas decepções...
Traz um transbordamento da efusão dos sentidos,
Manifestação terna de um coração contrito!

Grande Belém - Poesia

Belém, grande Belém do Pará.
Cidade Nortista do nosso Brasil.
Onde tem o mercado Ver o Peso.
É representante amazônica muito feliz...

Sua devoção por Nossa Senhora é reconhecida,
Demonstrada em torno de uma corda com fé.
Concentração de toda essa gente,
Que vive o famoso Círio de Nazaré...

Grande é a sua paixão pelo futebol,
No país não tem nada parecido...
Viva o Papão do Curuzu,
Viva o Remo, maravilhoso Leão Azul.

Sua culinária é apetitosa,
Tem pato com molho catupiry.
Muita cerveja com caldeirada,
Viva a terra do famoso Açai

Eternamente Bela! - Poesia

Terra do maior cajueiro do Brasil,
Das dunas, do sol e lindas praias...
Lugar de pessoas tido como boa praça,
Onde carregam o lema: Seja bem vindo...

Natal! Não tem verão melhor...
Aconchegante e cheia de magia,
(Des) compromissada com a tristeza
Mas comprometida com a sua alegria.

Gente feliz e muita extrovertida.
Mulheres pra frente e também dengosas...
Valorizam a natureza e arquitetura dessa capital,
Que os turistas não cansam de visitar.

Cidade de Natal, eternamente bela...
Do clima tropical e de vasta aquarela.
Ninguém no mundo se cansa de vê-la,
Sensação viva de quem da morte não tem pressa.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Esforços - Poesia

Direcionando esforços em coisas inválidas,
Consumimos o tempo em ações inexatas.
Valores presos às várias escolhas válidas,
Direcionam a pessoa para as coisas altas.

Somos obrigados a colher o que plantamos,
O tempo traz a resposta do que arriscamos.
Na natureza opera a mansidão que amamos,
Onde nada é brusco e o amor compartilhamos.

Alguns momentos vividos são inesquecíveis,
Quando aproveitados com pessoas amáveis.
A intensidade das situações incomparáveis,
Mostram os mistérios ainda inexplicáveis.

Ter êxito é uma recompensa bem natural,
Nos equilibra numa combinação sensacional.
A filosofia é senso comum no dia atual,
Mas a palavra de Deus sempre será a final.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Não Se Espante - Poesia

Se um dia amar quem não te ama,
Não se espante, seja gentil com você...
Não há nada errado nisto!

Se alguém se apaixonar por você,
Veja tudo com naturalidade...
Se não quiser, não precisa corresponder!

O amor não escolhe onde repousar,
Não cause dor e nem sinta dor...
Nem se vanglorie por vaidade!

O amor tem o seu próprio tempo,
Sua própria estação...
Ele será sempre um mistério!

A primeira fagulha do amor,
Extravasa querendo perfeição...
Mas do outro lado tem um ser imperfeito!

São nas limitações que crescemos,
O cordão de três dobras é mais difícil romper...
Família se faz com pais e filhos!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Pequena Monta - Poesia

Todo nascedouro é de pequena monta...
Os grandes arbustos vêm de miúdas sementes,
A longa caminhada se faz passo a passo,
As cachoeiras se formam de pequenas fontes,

Homens desbravadores em suas caminhadas,
Precisaram da compreensão alheia...
Se não fosse o amor em ação,
A raça humana estaria sem beira, nem eira!

A vida tem início em minúsculas células,
Logo temos um coração a bater!
Se não fossem as singelas gotas,
Não haveria chuva para arrefecer.

A paz nos traz harmonia e amor,
Algo de extrema necessidade para vida.
Ninguém pode mudar o mundo, seja quem for!
Mudará somente uma parcela insípida.

Falta Harmonia - Poesia

Existem várias casas mortas,
Mesmo quando estão habitadas...
Está faltando amor as pessoas,
Lugar onde vivam por inteiras.

Existem várias casas mortas,
Crianças não podem explorá-las.
Provocam inexistência as vidas,
Tornando essas casas tão frias.

Existem várias casas mortas,
Faltam as alegres brincadeiras.
Infância repousa nas prateleiras,
Estão condenadas e impedidas...

Já as casas vivas, são aquelas...
De desapego às coisas terrenas.
Não frustram as vidas alheias,
São como por flores nas janelas.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Desistir... Nem Vem! - Poeisa

O amor é firme em seus propósitos,
A paixão tem mistérios e surpresas.
A felicidade tem flash de emoções,
O covarde sente e chora de tristeza.

O otimista busca seu sonho realizar,
Nada o impede de na vida tudo tentar...
É duro ver um homem demais pessimista,
Que pensa nada na vida um dia alcançar.

A simplicidade quer apenas uma estrela,
Desde que tenha pleno direito a ela.
A soberba pensa ser a dona do mundo,
Achando que ninguém pode, além dela!

A alegria mostra toda a sua magia,
Aformoseando o rosto de que há detém.
Difícil é lutar contra a baixa-estima,
Mas como um bom brasileiro desistir...

Nem vem!

A vida é Bela - Poesia

Sabemos como a vida é bela,
E encontramos contratempos.
Tudo parece linda aquarela,
Mas nela se aprende errando.

Crescer ocorre entre os dias,
Trabalhar lhe faz um guerreiro.
No silêncio temos as respostas,
Conhecemos os amigos verdadeiros.

A maldade não escolhe rosto,
Se esconde atrás de belas faces.
Não faça acepção de pessoas,
Seria injusto entre as classes.

Não espere a felicidade chegar,
Quem sabe não espera acontecer.
Amar é se dar por inteiro,
Causa que volta com seu efeito.

A Natureza testemunha o Deus vivo,
Palavras de carinho fazem bem.
Podemos viajar além do infinito,
Na paz interior e reservada, amém!

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Pão de Amor - Poesia

Na busca frenética do desconhecido
Deixei os meus defeitos amostra.
No outro lado estava você sorrindo,
Na incansável amizade que me devota.

Senti que precisava ver algo impossível,
Numa relação de novos valores com a vida.
Era uma provocação do alto me afligindo,
Para que eu saísse da inércia, e agora!

Esse meu incomodo era um toque especial,
Divino e bem suave que alimenta a minha fé.
Trazia a paz impossível a todos os homens
Você está lá e cá, mas sempre presente!

Eu não sabia que o sentimento instalado,
Era uma resposta as constantes orações.
Presença pura eu testemunhava neste momento,
Fruto do toque Santo dentro do meu coração.

Agora aprendi a repartir o pão de amor,
E no silêncio preparo outros corações.
Digo ao Pai Celestial que os toquem com louvor,
Através dos cantos e das minhas petições...

Anule Sua Fraqueza - Poesia

A vida é maravilhosamente bela...
Quando estiver vivendo bem,
Anule a sua fraqueza
E pense que problemas todos têm.

A energia mal desprendida,
Provoca dor e desespero...
Revigora-se com pujança,
E seja plenamente destemido.

Deus tudo soluciona,
Desde que a ele se entregue.
Mesmo sendo fraco, ele é forte...
Então... Não se desespere!

Os problemas são para vivos,
Os mortos já não existem mais.
Sorria com a sensação do perigo,
Eleve o pensamento em que pode e faz!

Pura e Sincera - Poesia

Quando se ama pra valer,
O interior exala ternura...
A essência de toda emoção,
Os olhos denunciam...
O que existe dentro de você
É externado em atitudes suaveis...
A paixão ardente,
O amor consciente,
Até a loucura existente,
São revelados simplesmente,
Por motivação pura e sincera.
O resto é um misto de sentimentos...
A atitude correta é saudável,
Depende do equilíbrio da relação.
A bondade do amor é maravilhosa
E o respeito se transforma em tentação,
Mas sobretudo na troca de afeto,
Demonstra ter clara percepção.

Minha Menina - Poesia

Gosto de você minha menina,
Adoro o seu jeito sensual...
Amo seu andar muito charmoso,
Deliro quando se faz de legal.

Admiro sua linda determinação,
Vibro quando está bem atrevida,
Desse jeito ficarei na emoção,
Tocando cada parte do seu corpo.

Ao beijá-la fico todo empolgado,
Sabendo que mais tarde vai fluir.
Realizo-me em seu corpo desejado,
Envolvo-a em meus braços até o fim.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Simplesmente Não - Mensagem Poética

Não ligue se insistirem em tentar inibir o seu sorriso,
Eles nunca souberam como se expressa a felicidade.
Não fique triste se fizerem complô contra você,
Mais tarde verão que perderam tempos preciosos.
Não se contamine em meio às fofocas e desavenças,
Isso não fará a verdadeira diferença a seu favor.
Não dê importância demasiada as coisas menores,
No futuro só prevalecerão as grandes oportunidades.
Não se desvie da boa conduta para atrair amizades,
No fim tudo passa e o que fica é a sua história.
Não viva o momento que mais tarde causará dores,
Abrirá feridas que ficarão por tempos na vida expostas.
Não perca as boas fazes da vida por baixa estima,
Nela tudo se perde com o tempo, mesmo a beleza.
Não se omita em relação ao seu projeto de futuro,
O tempo urge fazendo dele algo mais precioso ainda.
Não procure problemas em qualquer coisa pequena,
Os pequenos frascos de perfumes trazem algo de bom.
Não torne insuportável a convivência na vizinhança,
Seja amigo dos moradores e dos seus inimigos locais.
Não negligencie a criação dos seus futuros filhos,
Os princípios ensinados serão a sua digital neles,
E quando mais precisarem se estabelecer na vida,
Agradecerão todo apoio e dedicação ofertada.
Não seja um materialista ferrenho, por excelência!
Pois, quando a morte chegar outro tudo herdará...
Não seja deverasmente um incrédulo irredutível,
Chegará o momento que você precisará de Deus.

Ternura Inexplicável - Poesia

Eu nunca antes havia sentido algo parecido,
Provocou em mim uma ternura inexplicável.
Recline sua cabeça e repouse em meu ombro,
Você não sabe o quanto é para mim especial.

Tenho uma vontade louca de lhe fazer feliz,
Pegá-la no colo e cuidar de você até o fim.
Desabar em lágrimas no calor do teu amplexo,
Nunca tive por ninguém um sentimento assim.

Nosso encontro foi um reaparecimento casual,
Muito tempo depois de nós nos separarmos.
A vida também tem enfim os seus mistérios,
Entre nós dois não poderia ser nada diferente.

Então! Vamos deixar vazar toda nossa emoção,
Ela provoca um misto de loucura e lucidez.
Traz um renovo importante em nossos corações,
Num bater forte nos sentiremos o casal da vez!

Eu Não Errei - Poesia

Ao amanhecer eu penso no que passou,
A noite escura se foi, mas ainda dói.
Fico parado, sem ânimo, sem sol.
A razão de ter perdido você me corrói!

Momentos felizes não valeram de nada,
Foram esquecidos assim com eu.
Você agiu cruelmente, sem misericórdia...
Não sei lhe dizer onde foi que eu errei.

Você jogou a nossa felicidade fora,
Desprezou a quem tanto lhe amou...
Procuro soluções para nós, e agora?
Foges de mim para não dar explicações.

Estou na ânsia de algo lhe mostrar,
E gostaria de te ouvir também falar!
Amo-lhe e preciso por ti ser amado,
Não deixe o orgulho nos maltratar!

Propósito - Poesia

Os desígnios do nosso Deus,
Tem o propósito de abençoar.
Querem se livrar dos fantasmas,
Os que andam por Ele a rogar...

Minhas orações me trouxeram,
Algo melhor do que eu pedia.
Colocaram Jesus em meu caminho,
Trazendo-me de volta a alegria...

Sua calma me trouxe paciência,
Com ternura me comoveu de verdade.
Juntas fizeram-me confiar nEle,
Senti a sua presença bem amável.

Aquele baixo astral já se foi,
Ele não me permitia um só sorriso.
Jesus soube me tocar de forma hábil,
Estou muito contente em dizer isso.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Fazer o Que Gosta - Poesia

Poder fazer o que mais gosta,
É mais tranquilo e divertido.
Traz prazeres incontestáveis,
Ainda mais com salário recebido.

Quem não está acostumado,
A realizar as suas vontades,
Triste fica no seu trabalho,
Querendo o que gosta, fazer!

Onde se tem alguma facilidade,
Sempre é mais gostoso de viver,
É se divertir o dia inteiro,
Achando os problemas não ter.

É legal prestar sempre atenção
E ver os sonhos já realizados,
Fazer e aprender trabalhando,
Não acrescentam os obstáculos.

O mais interessante de tudo isso,
É que as pessoas não são iguais.
Os pensamentos nem sempre batem,
Mas as alegrias são idênticas.

Seja jovem ou mais experiente,
O prazer sempre bate a porta.
Seja no lazer ou no trabalho,
Ser feliz é o que importa...

Mudanças de Planos - Poesia

A cada amanhecer na vida é uma nova história
Metamorfose efetuada com energias positivas
Ansiedade esvaecendo de mim, que bom seria!
Mudanças de planos constantes todos os dias.

A aurora gloriosa traz a capacidade de instalar,
Sentimentos de forma direta sem interferência.
No fundo temos mais necessidade de partilhar,
Do que viver como se nada tivesse carência.

O coração quando sensível comove a natureza,
Em sua pureza ela responde com seus instintos.
Cuide de uma planta e assim verá toda beleza,
Na manhã seguinte ela estará para você sorrindo.

O desabrochar de uma flor é presença de Deus,
Enche-nos de força na travessia de mais um dia.
O sol, o canto dos pássaros e o ar no rosto seu,
Também fazem parte dessa divina maravilha.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Analogia do Amor - Poesia

Ao pensar numa analogia para o amor,
Analisei a sensibilidade dos nossos sentidos.
Ele é um somatório da alegria com a dor,
Emoções vividas, sentimentos permitidos!

O Amor é o alicerce que sustenta a relação,
Mas depende dos dois lados dispostos.
Nisto ele contraria quem espera na razão,
Pois, se encontra entranhado em nossa pele.

Carrega consigo o poder de perdoar,
Sobrevive a tudo, até a própria morte!
Nesta vida precisamos aprender amar,
Porque nada supera o amor quando forte.

Quando alguém admite que ao outro ama,
Esse lado declarado sente uma paz aparente.
Não sabe que o seu interior também clama,
Querendo ser amado, por se sentir carente...

Sepulcros Caiados - Poesia

Existem pessoas que insistem viver de aparências,
Não sabem que o interior sempre fala mais alto.
Agem como hipócritas entre os dias com mentiras,
Sem aparência de piedade são sepulcros caiados.

Na fantasia existente no indivíduo sem escrúpulos,
A felicidade jamais irradia na franqueza do seu ser.
Demonstram ter sensibilidade, mas são cruéis ocultos!
Cheios de maldades, eles fingem um amor inexistente...

Suas máscaras caem diante de tanta falsidade,
Estão anestesiados com o antídoto da frieza.
Não conhecem sequer o símbolo da lealdade,
Seus corações são como pedras no meio do peito,

Com o passar do tempo todos são desmascarados,
Pois, violam a verdade sagrada com mentiras vans...
Pensam nunca estarem sendo por nós observados,
Mas, no final da história serão todos massacrados...

O Amor - Indriso

Ao rejeitar o amor, eu sofri!
Ao ignorá-lo, só fingi!
Ao escondê-lo de mim, não o vi!

Ao expulsá-lo, me arrependi!
Ao largá-lo, o perdi!
Ao desacreditá-lo, morri!

Ao sentir valer a pena, sorri!

Mudei de opinião, renasci!

Nunca - Indriso

Nunca fale o que não existe,
Nunca diga que ama, sem amar.
Derramarão lágrimas por você!

Nunca toque na emoção alheia,
Nunca mexa sem interesse algum,
Machucará onde o outro receia.

Um triste e sofrido coração,

Sofre muita dor, fruto da paixão.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Cheiro da Amada - Indriso

Conseguiu em pensamento,
Sentir o cheiro da amada.
Fez sorrir este momento...

Um afago nos seus cabelos,
Com lágrimas de ternura,
Exalou o cheiro do desejo.

Muitas pessoas se apaixonam,

Mas poucas amam de verdade.

Surpresa - Indriso

Maravilhosa em qualidade,
Cheirosa nos encontros,
Requer maior intimidade.

Os hábitos foram herdados,
Detalhes da personalidade,
Reservará alguma surpresa?

A verdadeira face oculta,

Levará resistência a verdade...

Olhos - Indriso

Olhos são cores;
Olhos são pérolas;
São pares de estrelas.

Olhos são sonhos;
Olhos são esperanças;
Expressam emoções reprimidas.

Um olhar é sabor ou forma,

Linda surpresa para a vida.

In - Indriso

Momentos insaciáveis,
Desejo insopitável,
Amores inimagináveis.

Paixões incontroláveis,
Ternura inquestionável,
Casais incoercíveis.

Relações indispensáveis,

Sexo deveras inevitável.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Velha Chama - Indriso

Eu senti ter sonhado contigo,
Acordei e lhe vi maravilhosa,
Mais firme ainda em meu peito.

Reavivaremos a velha chama,
Pensando na antiga fantasia,
Voltando as boas lembranças.

Você continua insinuante,

Muito linda e cativante...

Disse, Não! - Indriso

Aquela decisão era absurda,
Mas fez o romance fortalecer,
Mesmo sendo às escondidas...

Apesar de não sempre agradar,
A paixão não irá desaparecer,
Naquela noite, eles irão namorar...

Resolveu pedir autorização,

O pai da jovem disse, não!

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Desisti - Indriso

No teu despretensioso silêncio
E na tua indescupável ausência,
Não consegui ver os seus olhos.

O meu pobre e triste coração,
Cansou! Resignou-se pra valer
E tristemente desistiu de ti.

Ao fugir trouxe-me incerteza,

Gritei, mas sem resposta partir...

Coração Apaixonado - Indriso

O coração apaixonado merece,
Os louros da paixão desmedida,
Pois o alvo às vezes não percebe.

O coração tresloucado é forte,
Na ação por ele pretendida,
Mesmo sabendo da falta de sorte.

O apaixonado causa problemas,

Quando não se sente interessado.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Redescubra Esse Amor - Soneto

Ofereça flores e diga palavras de carinho,
Redescubra esse amor que um dia os uniu.
A alegria é plena quando estão juntinhos,
Num relacionamento que a Deus você pediu.

Volte a sonhar e contemple as estrelas!
Perceba esse sentimento pela cara metade,
Enamorados estão em seus olhares perdidos,
Planificados com as imagens de felicidade.

O motivo de tudo isso, sabemos chamar amor...
É ele que faz tremer as pernas e suar as mãos,
Levando-o a grandes sonhos utópicos e a dor.

À vontade lhe faz sonhar de olhos abertos,
E o leva acreditar que tudo se realizará,
Com quem faz bater seu coração no cérebro.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Fiel Escudeiro - Soneto

Seria Deus injusto ou escolha errada?
O nosso fiel escudeiro vive bem pouco,
Já o falante papagaio cerca de noventa,
Enquanto a tartaruga dura duzentos anos.

Em menos de vinte anos traz muita alegria,
Adorado na infância, amado na maior idade.
Ninguém esquece do seu, fica na memória!
Fazem toda diferença, trazendo felicidade.

Sempre nos vigiam quando estamos dormindo,
Os cachorros jamais abandonam seus donos,
Sejam eles ricos, pobres ou até mendigos.

O melhor amigo nos oferta parte de sua vida,
É como meditar olhando perdido no horizonte,
Esperando as melhores respostas para tudo.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Melhor Decisão - Soneto

O medo de tomar a decisão errada,
Mostra-nos como resistir ao fracasso.
Entender isso faz da ação acertada,
Um momento divinal para o sucesso.

Atrasar ou evitar a difícil decisão,
Para nós nem sempre é a melhor saída.
Querer dizer se vai dar certo ou não,
Pode nos colocar na posição negativa.

Sucessos e conquistas surgem da ação,
Ao dar o primeiro passo tudo é possível,
Mas sabemos não ser perfeita a decisão!

Se acontecer de tomar a decisão errada,
Faça todas as correções necessárias,
Para no futuro a próxima ser acertada.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Liberdade - Soneto

A liberdade está em seu interior,
Juntas nela estão à razão e emoção.
Como os escravos diante do opressor
Que se humilham por medo do tirano.

Ao deixar de falar da liberdade,
O homem novamente se escraviza...
Decorrem seus dias, sem cuidados!
As vossas noites sofrem fadigas.

As portas da cidade a testemunham,
Vossos lares prostram-se em adoração,
É a liberdade em vós se levantando...

A vergonha sofre arrogante altivez,
A inquietação quer sempre expulsar,
Quanto à liberdade, é sua hora e vez!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Deficientes - Soneto

Manicômios! Estão todos fechando.
Os loucos agora, vivem entre nós...
Mas o maior que eu vejo andando,
É aquele que não procura ser feliz.

As motos criam gerações de deficientes,
Paralíticos! Não conseguem mais andar.
Já andei por tantos caminhos diferentes,
Nossos filhos, agora precisamos ajudar.

A vida não escolhe nada por mim e você,
As fatalidades ocorrem com qualquer um!
Mas, quem pensa antes sabe melhor viver.

Deficientes! São os que não tem opiniões.
Vivem de ouvir outros sempre a tagarelar.
Deixam de viver, aceitando as imposições.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Amor Com Respeito - Soneto

Dei vazão aos sentimentos mais profundos
Na relação já desgastada, sem esperanças!
Sabia que não era a última mulher no mundo,
Fui generoso com o coração na desconfiança.

A alma que sofria as dores sabe que venceu,
Seu travesseiro molhado, agora pode secar...
Lágrimas derramadas e engolidas, escafedeu!
A alegria tornou a essas vidas para encantar.

A fragilidade agora é só um pequeno detalhe,
O cordeiro sabe ser leão no momento oportuno.
O canto ao amor fortalece as particularidades,
Até porque, na vida somos todos meros alunos!

Viva o amor com respeito, viva à compreensão.
Quem ama de verdade, ama com os pés no chão!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Jamais desista - Soneto

Jamais desista do seu grande amor,
Ele é a outra metade da sua laranja.
Não o confunda com a paixão e dor,
A solidez da relação traz esperança!

Ainda que não seja para a eternidade,
Arrefecer seria loucura sem explicação.
Para amar nunca é cedo ou muito tarde,
Vai depender do sentir das sensações.

Desistir! Uma piada muito mal contada.
Invenção de quem não tem o que fazer,
Destrói totalmente seu ser e sua amada.

Retroceder é covarde e sem escrúpulos!
Sentimento lindo não pode acabar assim,
Não tem outra alternativa, seja você feliz.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Tédio - Soneto

Em contratempos que levam ao tédio,
Vou trilhando infeliz o mau caminho.
Não sei ao certo se esse é o remédio,
Nesta desventura não ando sozinho.

Essa mesmice que assola todo meu ser,
Faz de mim um tolo numa triste solidão.
Não sei mais diferenciar o ser do ter,
Vivo intensamente o perigo da exclusão.

Como provar o sabor do fruto do amor,
Se não me permito viver em comunhão.
Penso na mordida que traz grande dor,
Esquecendo do amor maior no coração.

A felicidade é um sentimento possível,
Mas não basta acreditar, precisa emoção!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Retrocedeu - Soneto

Depois de tantas as evidências,
Você retrocedeu em nosso sonho.
Faltou no mínimo transparência,
Nos seus sentimentos, suponho!

Busco sempre chamar sua atenção,
Percebe que estou lhe querendo.
Não adianta viver aqui de ilusão,
Ao me imaginar príncipe encantado.

Você pode até ter os seus dilemas,
Todas as suas dúvidas nesta hora,
Mas vou lhe mostrar valer a pena!

Um sorriso cordial é bom de ver,
Gentileza não podemos desprezar,
Mas amor de verdade e pra viver!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Estou Apaixonado - Soneto

Vivo no extremo dessas minhas angústias,
Da insensatez sei que estou arrependido.
Eu abandonei todas as minhas estripulias,
Para viver bem feliz, mas junto contigo.

Vivi todas as situações constrangedoras,
Muitas na verdade eu já havia me afastado.
Eram situações dignas de serem repudiadas,
Eu conto com seu perdão, estou apaixonado!

Tinha razões para duvidar acintosamente,
Quando extrapolei nessa triste loucura...
Errei muito, mas eu sempre pensei em você.

Ter a sua companhia é fugir da insanidade,
Que as aventuras provocam nesta desventura.
Eu quero ter só você, meu amor de verdade!

Padrasto - Soneto

Guardastes um sorriso cordial e generoso,
Querendo me enfeitiçar com o seu carinho.
Mas não precisa ser assim, tão atencioso...
Pois, eu sei como seguirei o meu caminho.

Sabendo que você é verdadeiro, mas cruel!
Não desgarrarei sequer dos meus objetivos.
Sentirei-me feliz se cumprir o meu papel,
Isto vai lhe deixar muito melhor comigo.

Aceito todo desafio com coragem e força,
O tempo passa como as chuvas de verão,
Eu não cederei nada em favor desta orça.

Meu padrasto! A vida é feita de realizações...
Conte com o meu carinho e minha energia,
Saiba que seus esforços não foram em vão!

Preceitos - Soneto

A vida é feita de surpresas,
Onde sua missão é bem viver.
Cultivar o pensar as avessas,
É tristeza para qualquer ser.

O tempo humaniza todo erro,
Acredita ser tudo bobagens.
Ao banalizar o pecado alheio,
Absolvi as feias traquinagens.

Com o tempo a gente erra mais,
E também acerta cedo ou tarde,
Na soma não podemos fracassar...

O tortinho vive em nosso meio,
Aceite seu semelhante como ele é,
Sem esquecer dos seus preceitos.

Conflito - Soneto

Vivo em conflito com a realidade,
Busco ter amparo, mas não encontro!
Incertezas batem dentro do meu ser
E a tristeza se instala no meu âmago.

Os dias são maus, a minha luz se apaga!
Viajo na nostalgia dos melhores dias,
Vejo que sobrou somente a minha saudade,
Mas não posso agir tão desesperadamente.

Fico na quietude do meu pobre coração,
Este meu silêncio é muito oportuno.
O verbo ainda libera as suas bênçãos...

Eu sei que ainda estão rolando os dados
E não cheguei ao final da minha história,
Os meus olhos falam por mim o tempo todo.