segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Ciclo da Vida - Poesia

Na fecundação de uma semente,
A mãe terra abre os braços a receber.
É a vida renascendo, momento de surgir...
Para trazer alegria onde vai nascer.
Seu sorriso, um encanto,
Sua respiração, luzes dessa vida.
Aos poucos seus passos denunciam
Mais uma jornada que se inicia.
Enquanto criança outros os garantem,
Rumo seguro nos braços dos adultos.
Bons tempos onde o sono é primordial
E as brincadeiras fundamentais...
A brisa da manhã e o momento vespertino,
O brilho do sol nosso astro rei
Que dá luminosidade à lua.
Oferece-nos os encantos das estrelas
E transforma em alegria uma vida inteira.
Os mares e as verdejantes florestas
Guardam um número incontável de seres...
Natureza que completa a linda ecologia...
Mas o tempo passa e tudo muda,
Chega à hora de perpetuar a espécie,
Tempo de amar e também produzir...
Geração de nova gente!
A jornada é longa, mas sempre saudável...
Grandes batalhas e grandes vitórias...
Quando chegar a famigerada idade,
Instante onde a sabedoria aflora...
Época de profundos agradecimentos
Por tudo o que Deus um dia lhe deu...
É a vida se findando para um novo ciclo...
Olha aí, a fecundação de outra semente!

3 comentários:

Lu Nogfer disse...

E assim é a vida...
Um dom gratuito de Deus onde agradecidos, nos sentimos responsáveis cada um pela propria vida. E os pais pelos pequeninos no incio do ciclo.

Lindo e grandiosos o teu poema, meu querido!
Parabens!

Beijos.

Ateliê Tribo de Judá disse...

A paz meu querido amigo,

"...O amor da gente
É como um grão
Uma semente de ilusão
Tem que morrer pra germinar
Plantar nalgum lugar
Ressuscitar no chão..."
Gilberto Gil - Drão

E assim vamos vivendo,sofrendo,aprendendo, sorrindo e amando.

Beijos
Joelma

Sopa de Letrinhas da Leninha disse...

Retrato da vida! È isso aí amigo Poeta, belo texto. Um dia cheio de vida pra ti, alegrias sem fim. bjks