quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Infinito Amor - Poesia

Sabe aquele símbolo em forma de oito, deitado?
Representa o nosso infinito amor...
Sabe quando penso na eternidade ao seu lado?
Sinto a intensidade do tempo em fração de segundo.

Junto a você vejo-me com asas para voar...
Mas com a raiz fincada ao chão, firme e profunda.
Tendo no íntimo a certeza de que posso voltar,
Pela estrada reta ou tortuosa para a minha amada.

A distância encurta no verdadeiro sentimento,
Assim a metrópole torna-se lugarejo.
Jamais farei mal o seu terno coração,
Pois sei que irei me ferir por estar aí dentro!

O infinito em nossas vidas é para sempre!
Eterno amor enquanto durar...
De eternidade em eternidade, freneticamente!
Para sempre eu vou lhe amar...

2 comentários:

Felisberto Junior disse...

Olá!
Djalma
estava aqui pensando, lendo a sua bela inspiração.“Infinito” é carregado da singeleza de um amor que é tão enorme que não tem fim. É muito mais espacial que temporal. O "eterno" é puramente temporal....sim,então, eterno enquanto dure...
Boa noite quarta/quinta feira
Abraços

Lu Nogfer disse...

"Eterno amor enquanto durar..."
Otima essa expressão! Como de nada se tem certeza, é bom eternizar cada momento... O amor é sábio em tatuar os corações.

Lindo , Djalma!

Beijos