segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Natureza Dá, O Tempo Tira - Prosa Poética


Numa ação ou reação contra a própria existência, pensas poder paralisar o tempo...? Imagina ser um pouco Deus por ter dinheiro, não é...?

Por não ser homem simples, achas que pode comprar o que quiser, quem quiser e quando quiser, até Deus...!

Saiba que tudo o que a natureza lhe der, o tempo aos poucos vai lhe tirar... quando menos perceber, será apenas mais um velho, talvez um moribundo...!

Portanto, tenha sensibilidade no trato com as pessoas... tenha sensibilidade com o meio ambiente... afinal, você precisa dos dois para uma boa estada neste planeta...!

Tenha a delicadeza esperada e perceba o sol a cada amanhecer de verão... ele nos oferece sua beleza todas as manhãs... a brisa de suas tardes são sempre suaves... o orvalho da noite cai como um bálsamo, é frescor para nossas vidas...!

As brumas das manhãs de outono insistem em nos dar bom dia, nos chamam atenção para elas e se mostram encantadoras... nunca reclame dessa presença... e quanto as chuvas que se encerram com esta estação, fazem parte do ciclo da vida...!

Até o inverno cinzento tem suas particularidades e encantos... além de mexer com as emoções humana é um período maravilhoso para se amar...!

Na linda primavera às flores com suas variações de cores e aromas exalam seus perfumes só para embelezar e perfumar o planeta, mexendo assim com a sensibilidade humana...!

O lindo luar que sempre inspira os poetas, ilumina também os sonhos e vela pelo sono de todas as espécies existentes...!

Portanto, tenha uma mudança completa de pensamento... quando menino se pensava como menino, mas já passou... a vida nesta terra é temporal e para vencer de verdade, tem que fazer o bem em tempo e fora de tempo...!

Tenha isso em sua lembrança, pois no final isso fará toda diferença.

Obs: Um prosa para alma soberba e egoísta.

Um comentário:

Ateliê Tribo de Judá disse...

A chuva cai tanto para os bons quanto para os maus exatamente da mesma forma, cada um é que vai ver o dia lindo e dançar na chuva, ou ficar do outro lado da janela por não querer se molhar e para criticar quem dança na chuva.

viver e amar é muito melhor!!

beijos
Joelma