quinta-feira, 9 de maio de 2013

Conhecendo Deus - Mensagem de Texto


A pergunta que não quer calar: Quem é Deus para você? Alguns vão dizer que Ele é tudo o que vemos o que sentimos e o que somos; a natureza, o dono do amor, a própria criação, que está presente em todos os lugares, ou simplesmente não sabem dizer. Mas para que possamos ter a certeza de quem realmente Ele É, devemos mergulhar nas escrituras para melhor compreendê-lo, pois ela revela a sua identidade através dos profetas e nos dão a direção exata para vermos a pessoa de Deus de vários ângulos.

Todo cristão dever ter em seu íntimo o desejo de conhecer Deus. O Salmista afirma isso quando diz: “Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim por Ti oh Deus, suspira a minha alma” (Sl 42:1). Ele também faz referência do seu conceito em relação a Deus: “Porque a Senhor é bom a sua misericórdia dura para sempre e, de geração em geração a sua fidelidade” (Sl 100:5). A escritura afirma a existência Deus, e nela alguns relatos são preciosos para corroborar com esse pensamento, disse Jacó: “Na verdade, o Senhor está neste lugar; e eu não sabia” (Gn 28:16). A sua presença é percebida pela intuição humana: “A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo: Quando irei e me verei perante a face de Deus? As minhas lágrimas tem sido o meu alimento dia e noite, enquanto me dizem continuamente: O teu Deus, onde está?” (Sl 42:2-3). A existência de Deus é comprovada em diversos livros da Bíblia, neles inclusive, ela nos mostra que todo universo, a própria natureza como um todo é consequência dela e nisto incluo os seres viventes como os homens: “Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia a obra de suas mãos” (Sl 19:1).

Quando buscamos informações sobre a doutrina de Deus, percebemos que na verdade falamos de Sua Pessoa e de Sua maneira de se relacionar com o universo. E para termos vida com Ele, devemos reconhecer que somos a sua imagem e semelhança. Paulo disse que Ele nos predestinou: “Para sermos conforme a imagem de seu Filho”. (Rm 8:29). Inclusive em relação à moralidade dos homens, a Bíblia diz: “Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal” (Gn 3:22).

Como todo ser humano, Deus também é um ser de personalidade. Ele se alegra se entristece se ira e ama incondicionalmente, mas também é um Deus de ação, tem vontade própria. Portanto, o ser humano deve buscar conhecê-lo de fato, para assim, poder viver de acordo com as vontades de Deus para sua vida: “Agrada-me fazer a tua vontade, ó meu Deus; dentro do meu coração está a sua lei” (Sl 40:8). Quanto a sua Soberania, me permita uma pausa, até porque, esse assunto é o mais complexo da Bíblia, quando falamos sobre isto alguns entendem de uma forma, já outros de outra. Eu prefiro acreditar que Deus não governa o mundo e nem as vontades dos homens de maneira arbitrária, mas interfere se preciso for: “Com amor eterno eu te amei; por isso, com benignidade te atrai” (Jr 31:3), já a expressão da glória de Deus é uma manifestação singular perceptível de proteção e sustentação do seu povo.

Outra dúvida frequente entre os seguidores de Cristo está em relação à doutrina da Trindade. Devido a tantas interpretações alguns não sabem mais se são monoteístas ou politeístas. No meu entendimento a triunidade de Deus revela três pessoas distintas que se ajudam num só objetivo. São plenamente Deus em todos os seus aspectos, tornando um apenas, mas isso deus não revelou na sua totalidade: “As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus; porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras da lei” (Dt 29:29). 


Atributos Exclusivos de Deus:

Onipresença: Deus se faz presente em todos os lugares ao mesmo tempo;
Onisciência: Ele sabe de todas as coisas;
Onipotência: Ele é o Todo poderoso;
Transcendência: Ele é diferente e independente de sua criação;
Eterno: Ele é de eternidade à eternidade;
Imutabilidade: Ele é inalterável nos seus atributos, nas suas perfeições e nos seus propósitos para o homem;
Imanência. Ele está presente e ativo, dentro de sua criação.

Atributos Morais de Deus:

Deus é bom: “Bom e reto é o Senhor” (Sl 25:8);
Amoroso: “Deus é amor” (1ª Jo 4:8);
Misericordioso: “Misericordioso e piedoso é o Senhor” (Sl 103:8);
Compassivo: “Mas Tu, Senhor, és um Deus cheio da compaixão” (Sl 86:15);
Paciente: “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia” (2ª Pe 3:9);
Verdadeiro: “Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos” (Tt 1:2);
Fiel: “Se formos infiéis, Ele permanece fiel; não pode negar a si mesmo” (2ª Tm 2:13);
Justo: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar” (1ª Jo 1:9);
Santo: “Cantar-te-ei salmos na harpa, ó Santo de Israel” (Sl 71:22).

Nomes Primários e Compostos de Deus:

Elohim: O Poderoso;
Yahweh: Nome originário do tetragrama sagrado YHWH, (o Eu Sou);
Adonai: Mestre ou Senhor;
El-Shadai: O Deus Todo Poderoso;
El Elyon: O Altíssimo;
ElOlam: Eterno Deus;
El Elohe Israel: Deus de Israel;
Jeová Jire: O Senhor proverá;
Jeová Nissi: O Senhor é a minha bandeira;
Jeová Shalom: O Senhor é paz;
Jeová Tsdquenu: O Senhor, justiça nossa;
Jeová Shammah: O Senhor está ali;
Jeová Raah: O Senhor é o meu Pastor.

Um comentário:

Ateliê Tribo de Judá disse...

LINDO POST.
São tantas as palavras e ainda não o conseguem definir em sua imensidão apenas no sentir podemos ter a certeza que Ele está conosco.
Definição de Deus por uma criança:
o que é Deus pra vc?
Deus , bom Deus é grande muito grande e eu sou uma formiguinha que caminha em cima dele, sei que ele está em todo lugar , não consigo ver, mais ele me vê o tempo todo...

Beijos
Joelma