domingo, 19 de maio de 2013

Esqueça o Passado - Poesia

Quando o passado não reconhece o seu devido lugar, ele busca adentrar num tempo que não lhe pertence.
Nisto sofre o presente e as previsões futuras.
Daí, quem busca reviver as dores do passado anda em círculo;
Quem vive de nostalgia sofre com a saudade dos bons tempos...

O passado já foi, virou história...
O dedo acusador em riste é patético!
Julgar o passado é não dar oportunidade.

O passado não respeita sequer o destino traçado, com ele ativo a pessoa não anda.

O que já foi,
O que já doeu,
O que já vi,
O que me alegrou...
São adubos para uma vida melhor!

A  reprodução de atos e ações antigas como forma de manter a tradição é errônea e improdutiva.

Viva os novos tempos,
Viva a liberdade,
Busque caminhar para frente,
Deixa o passado na saudade.

Vira a página da sua história,
Sacode a poeira e dá volta por cima,
Deixe as sombras no passado,
O tempo é curto expulse a sua cisma.

A vida agradece o andar para frente,
O lance é o agora, o nosso presente.
Ampulheta, instrumento sincero do tempo,
Impõe a gravidade até o último momento.

Num lance oportuno a vida resplandece,
Nasceu o rebento, o momento é agora!
A vida define o caminho a seguir,
A cada manhã uma nova aurora.

Viva o presente, esqueça o passado, acredite no futuro e na vida de agora! 

Um comentário:

Lucinalva disse...

Olá Djalma

Ótima reflexão, o essencial é olhar para frente. Desejo uma bela tarde amigo.