quinta-feira, 25 de julho de 2013

Crueldade - Poesia

Na concepção já existe um ser humano
Mesmo sem o tal tecido nervoso

Uma alma já nos foi enviada
Para cuidarmos com toda atenção

Não se combate o mal destruindo inocentes
Que pague quem errou de verdade

Quem defende o aborto tem a mente insana
E não merece nenhuma consideração

Puna quem provocou tal situação
Que doa no bolso e não sofra o pobre anjinho

Mulher devassa é cruel, o seu fim é a morte...
Muitos dizem: tomara que seja breve!

Mas quanto à mulher especial, ame-a de verdade.
Para essas, envie muitas flores...

2 comentários:

Ateliê Tribo de Judá disse...

Ser mulher é lindo, temos em nossas mãos o dom da maternidade e a edificação do nosso lar, mas infelizmente existem pessoas que não sabem valorizar os tesouros que lhe foram dados pelo próprio Deus, me sinto honrada por ser mãe e mulher e feliz quando recebo flores rss

Parabéns por sua poesia e reflexão contida nela.

beijos
Joelma

Ordem do Saber disse...

O conceito de aborto é muito simples.
Você está impedindo uma vida de vir ao mundo
Um sorriso de ser aberto, um olhar encantador de encantar.

Fim.

Abraços.