domingo, 7 de julho de 2013

Os Sete Pecados Capitais - Prosa Poética


É triste ver a confusão dos sentimentos externados quase que simultaneamente... o perigo e a segurança batem a porta num só momento... para quem você irá abrir a porta...?

Os pecados capitais se fortalecem dentro da gente... dos sete qual você carrega consigo atualmente...? A luxúria vem com seus prazeres carnais; a gula é comer por prazer; a avareza é o apego desacerbado ao dinheiro; a ira é raiva contra alguém. A soberba é a manifestação de orgulho; a vaidade é o desejo da admiração alheia, já a preguiça é a falta de vontade de trabalhar mesmo...!

Portanto, ao perceber os choros das crianças e os seus gritos... e logo a seguir as trágicas relações adolescentes, é sinal que o tempo passa rapidamente... as frustrações doem, mas as emoções mexem com a gente... as diversidades variam caso a caso, assim a nossa história é construída gradativamente...!

É vida que segue, sentimentos aquecem e arrefecem... o casal do final do filme é feliz para sempre, mas você.? Ninguém lhe reconhece..., porém desejastes as loucuras da sua mocidade...!

O capitalismo produz a corrupção, as fases da vida são passagens rápidas de ilusões... a mocinha bonita envelhece, já o rapaz sarado murcha como a bola velha...!

Algumas pessoas falam mal de você, mas tu também falas mal de algumas outras pessoas... os preços hoje aumentam mais devagar e as horas passam mais depressa...!

As decepções provocam sentimentos ruins, já as alegrias são motivadoras... as provocações mexem com o seu íntimo e o resultado faz de você outra pessoa...!

Suas vitórias nem sempre são reconhecidas... os seus sonhos na sua maioria são frustrados... quando chegar ao final da sua vida você verá tudo virar vaidade, mas já passou por todas as dificuldades...!

Salomão afirmou assim: vaidade, tudo é vaidade!!! Mas depois de possuir mais de mil mulheres e enriquecer pesando o seu povo... agora vem ele nos colocar esse pecado...!

Finalmente você já leu, diga então para si mesmo, qual o seu pecado...? Talvez haja chance de se redimir para não dizer como Salomão no final, que tudo é vaidade...!

Nenhum comentário: