quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Julgo Errado - Poesia

Bondade é como máscara para quem julga.
Dizem serem falsas as pessoas que as praticam...
Esses julgadores na verdade são carentes,
Desse amor praticado que elas precisam...

Constroem muros ao invés de pontes...
Pedras nas vidraças alheias atiram.
Não possuem a sensibilidade esperada por Deus.
São de corações duros até precisarem...

Quem está do outro lado não pode se apequenar,
E não socorrê-los quando mais precisarem...
Compaixão não precisa da gratidão, e para variar.
Ela é única e nada espera, além de Deus.

A caridade é o amor em movimento,
Ação graciosa de uma pessoa para outra.
Seria bom se todos entendesse o momento,
Crucial para salvar o seu semelhante!

3 comentários:

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá amigo, sem duvida muitas pessoas são tão desconfiadas que sempre acham que a bondade e a atenção alheia é falsidade, muitas vezes esses desconfiados são pessoas duras e frias que por não se acharem capazes de ser bons julgam que os outros tbém não são! Abraçossss

Filha do Rei disse...

Só existe amor, quando existe movimento.Que possamos nos doar mais,nos arriscar mais pelos outros.
Bjs

Lucinalva disse...

Olá Djalma

Reflexão muito importante. Que possamos amar o próximo sempre. Bjs amigo.