segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Senhor Amor e Jovem Paixão - Mensagem de Texto


Certa moça se apresentou diante de sua família frenética e radiante de tanta paixão, o seu amado era um rapaz bonitão, sarado e também muito jovem. Não passou muito tempo para que a mesma falasse em casamento sem a menor responsabilidade com a vida e com ela mesma. A sua avó percebendo a gravidade da situação, já que a sua experiência era vasta neste assunto, resolveu abordá-la para abrir-lhe os olhos, e disse: Evelyn, a sua felicidade tem data para acabar, ela durará entre os exatos 18 a 25 meses, e não se surpreenda quando isso acontecer. A menina num estado de paixão descontrolado achava que aquilo iria durar para vida toda e logo torceu o beiço e disse: Vovó, o Vicente me ama. Essa fala preocupou ainda mais a sua avó que pensou: o caso é mais sério do que eu imaginava, esta é uma verdadeira paixão.

Então, disse a Vovó: O decorrer da sua vida indicará o caminho que deverá seguir. Mas ela perdida na paixão achava que sem o seu amado, o tudo era nada. E o pior é que a cada gesto do rapaz, essa paixão desenfreada ardia ainda mais no seu coração. Nesta paixão o casal estava apostando alto demais, achando que era amor. Eram pacientes quando não deveriam ser numa entrega cega a um sentimento passageiro.

As armadilhas da paixão pressupõe um sentimento perfeito, até porque ninguém vive de provisoriedade quando almeja um sentimento de permanência. Na relação de amor, aos primeiros sinais de afeto, carinho, ternura e compreensão os corações se desmancham, saindo tédio, das mesmices e mergulham num sentimento equilibrado e duradouro para assim poderem construir um caminho juntos (duas pessoas numa unidade dentro de uma dualidade respeitosa).

Sabemos que ninguém assina papel em branco e que se deve ter a certeza da sustentabilidade da relação, para assim evitar momentos desagradáveis no futuro. Pois quando se dá uma banana para todos os que estão à volta querendo ajudar com bons conselhos, percebe-se que não é amor, é paixão, um sentimento descontrolado.

As ações de amor são tão serenas como a entrega de flores que mostram como a amada é especial, mas as ações de paixão é sexo ardente! As ações de amor são cuidadas, já as ações da paixão geram ciúmes desenfreados e brigas por qualquer caso! As ações de amor são na alegria ou na dor, enquanto as ações da paixão são também violentas até ferir a própria dignidade! As ações de amor são para a vida toda, é como um refrigério para alma, mas as ações da paixão tem prazo de validade e no final só sobrarão às dores, os arrependimentos e nada mais! Pois na paixão as coisas são mais intensas e geram apetite voraz, um desejo ardente, um libido aflorado, uma atração em demasia num transloucado querer.

As mensagens desses dois sentimentos devem ser interpretadas de formas mais sutis, com bastante inteligência e com os pés no chão, para não passar pelas situações que Evelyn com certeza irá passar num bem futuro próximo, quando tudo isso acabar. Ela vai sofrer a dor da paixão e só sobrarão as decepções.

Quando se entende o amor se encontra o verdadeiro significado dele, a partir daí, se entende melhor o sentimento de afeição, compaixão e misericórdia num envolvimento de vínculo emocional. O conceito mais comum em uma relação ao amor é o seu envolvimento sentimental com alguém, que naturalmente estimula as partes sensoriais e psicológicas do cérebro dos que amam de verdade. Assim se produz neste ser uma motivação extra para a vida.

Um comentário:

Sopa de Letrinhas da Leninha disse...

A paixão nos leva a lua, mas pode restar um tombo dolorido. O amor as vezes dá asas mas mantém uma ligação com o chão. É tranquilo e apaziguante. Melhor estar atento.
Bem esclarecido em seu texto os dois sentimentos. Parabéns!