segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Dentro ou Fora! - Poesia

Toda boa dádiva vem do alto, é perfeita em suas vontades...
Busca uma entrega com afagos, acariciando as cicatrizes!
Nisto o Pai não julga seus filhos, mas perdoa seus deslizes...
Contrariando alguns que se mostram maus e bem fariseus.

Julgam a todo tempo seu irmão, esquecendo-se de amá-lo!
Esquadrinha o que é desprezível sem valorizar o coração.
O seu olhar exterior é costume humano e não tem Deus!
Anulando o sacrifício de Cristo, que salva a multidão.

Aos humilhados Deus tem preparado um bom lugar no céu,
O Pai esquadrinha onde os olhos humanos não podem ver!
A fome e a sede são saciadas como um rasgar do véu,
Ombro amigo não oferecido por parentes e falsos amigos.

A presença diante de Deus é como o som do alarido!
Seu altar é santo, ali não se convida os inimigos...
É fome de palavra entre lágrimas e sorrisos escondidos,
Faca de dois gumes para os que não entendem o sacrifício!

A presença diante do altar é um ato sempre perfeito,
Mesmo esse ato sendo de um ser totalmente imperfeito!
Quem pode dizer o que agrada ao Pai é o próprio Deus,
Fora, dentro, em cima ou embaixo, sou miserável pecador.

3 comentários:

Nati Caetano disse...

Boa tarde, amigo Djalma.

Todos nós temos nossos pecados, Deus não castiga, ele é Amor, Esperança e Compaixão.

Inimigos estão em qualquer lugar , Jesus deu o perdão para aqueles que o traíram.

E no mundo de hoje, foi deixado tanta coisa boa para o homem, mesmo assim, muitos estão na escuridão da violência.

Parabéns pela sua poesia.

Feliz Semana.
Abraços
Nati

Lucinalva disse...

Olá Djalma
Bela poesia. Toda boa dádiva vem de Deus, Ele sempre distribui amor. Bjs querido

Adolescendo em Verso & Prosa disse...

Djalma: sua inspiração nos proporciona sempre boas energias!!abraços bem carinhosos a ti.