quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Amor Platônico - Poesia


Quando eu me pego pensando em você,
Vejo o quanto fui ingênuo sem perceber...
Mas, mesmo bobo eu lhe amei profundamente!
Ao não tê-la em meus braços na mocidade,
Muito sofri, mas hoje acho que foi primordial.
Para não sentir a saudade que penso ter!
Leviano sentimento que vivo sem explicação...
Aos trancos e barrancos navego em momentos de solidão por você.
Mas como pode se não sei o gosto dos seus beijos...
Nem o calor dos seus abraços...
A ternura existente em ti nunca me foi ofertada,
Nem o seu mau humor eu pude contemplar!
O rolar de suas lágrimas não presenciei...
Então, como pedir ao anjo para recolhê-las!
Enxergar a sua aura, nem pensar...
Nunca olhei nos seus olhos como deveria,
Você não deixou!
Nossas almas eram gêmeas para mim,
O que faria de nós dois, apenas um!
Hoje quando me lembram de ti, eu digo assim:
Não falem dessa mulher perto de mim...

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Grafiteiro - Poesia

O dito tal pintor vertical
É chamado por muitos de pichador
Ele fixa o pensar na sua obra
Depois fica feliz com o resultado

Seu encanto está ali cravado
Momento criticado por tolos
O grafiteiro não é pichador
É um grande artista autônomo

As ruas ficam mais belas
Quando os seus desenhos ali estão
As paredes são os seus cadernos
Lindas obras do seu coração

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Momento Único - Poesia

No momento em desalinho,
Eu fico em desconforme...
As lágrimas caem e rolam,
As que não dessem sufocam...

O amor quando não correspondido,
Deixa um lado sempre bobo!
Enquanto o outro lado balança os ombros,
Mas o tempo cobra do orgulho tolo.

Momento que proporcionou tristeza,
Hoje gera melancolia na nostalgia.
Acende a faísca que ilumina o coração,
Enquanto as lágrimas afoga a alma.

Triste momento único,
Jamais poderá ser repetido...
Teve a força de um tufão,
Uma tempestade sem carinho.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Arrependo-me - Poesia

Diversas vezes eu busquei por você,
Não sabia onde encontrá-la.
Olhei para as estrelas,
Na esperança de alguma delas apontar...

Por diversas vezes olhei aos céus,
E percebia a lua querendo me dizer.
Mas como as estrelas nada disseram,
Preferir nos astros não crer...

Hoje me arrependo em não acreditar,
Que a lua seria capaz de me falar.
Pois diversas vezes eu a perguntei,
E não sabia que ela queria informar...

Entre choros e lamentos eu vou vivendo,
Levo a vida sem você, sem as estrelas...
O sol não me abandona, mas castiga!
Quanto a lua, ela é o meu conforto...

Mas, só até você voltar!

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Julgo Errado - Poesia

Bondade é como máscara para quem julga.
Dizem serem falsas as pessoas que as praticam...
Esses julgadores na verdade são carentes,
Desse amor praticado que elas precisam...

Constroem muros ao invés de pontes...
Pedras nas vidraças alheias atiram.
Não possuem a sensibilidade esperada por Deus.
São de corações duros até precisarem...

Quem está do outro lado não pode se apequenar,
E não socorrê-los quando mais precisarem...
Compaixão não precisa da gratidão, e para variar.
Ela é única e nada espera, além de Deus.

A caridade é o amor em movimento,
Ação graciosa de uma pessoa para outra.
Seria bom se todos entendesse o momento,
Crucial para salvar o seu semelhante!

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Puro Amor - Poesia

O sentimento puro do amor é atraente
Provocação gostosa de sentir na alma
O cheiro do outro traz a paz eminente
Mostra como o amor mexe com a calma

Os pensamentos tem uma única direção
E os sonhos são os sérios reveladores
Esse sentimento de dentro coração
Faz um burburinho danado nos autores

Um ser sem amor é perverso e implacável
A hipocrisia fala mais alto nesta vida
É difícil crer que esse cara será amável
Tortura simples neste escravo sem dádivas

E a tela que descreve o amor é bem interior
Obra externada na relação de afeto do casal
O acaso às vezes traz coisas boas sem pavor
Unindo as pessoas com amor e ação fraternal

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Sentimento - Poesia

Jamais se importe com as críticas,
Nunca pense em desistir na vida!
Tudo em você soa como um renovo,
Sentimento externado com alegria!

Jamais diga não para felicidade,
Ela espera ansiosa pelo seu sim!
Ao amar pode achar a outra metade,
Não diga, porque que eu vim aqui!

Os questionamentos são intensos,
Muitas vezes frutos da inocência.
A vida não pode ser só de lamento,
Ao se apaixonar de verdade, tenta!

O coração bate mais forte na emoção,
Porém, os pés estão presos à rocha.
Lute contra os absurdos da razão,
Lembrando que alma alegre repousa.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Docilidade - Poesia

No amor tudo é sempre novo
Eu sei que preciso de alguém
Momentos eufóricos e loucos
Duas vidas que se entendem

Alguém deve precisar de mim
Para eternizar o nosso amor
Tudo na vida é simples assim
Eu dou e recebo como troco

Ninguém ama por quase nada
Ama-se pelos belos detalhes
Quando menos espera se ama
Mostrando a sua fragilidade

Vida sem amor perde o sentido
E para amar não existe idade
Tortura é viver no mundo sozinho
Quanto ao amar é só docilidade

domingo, 11 de agosto de 2013

Quase Divino - Poesia

O nascer do filho provoca o sorriso,
A rodada de cerveja está garantida.
Os filhos são bênçãos de Deus,
Para todos os homens da terra.

Na infância o Pai é o nosso herói,
Na adolescência já está quadrado,
Na juventude acerta alguma coisa,
Na maturidade sabia de quase tudo...

Quando nada parecer dar certo,
Quando a noite se tornar longa,
Apesar da maior idade, ele está perto!
O nosso pai nunca nos abandonam...

Em agosto, o segundo domingo.
É um dia para não ser esquecido!
Por mais bronco que seja o indivíduo,
Sendo Pai é quase um ser divino.

Não desmereça o seu Pai.
Aproveita enquanto o tem por perto!
Quem já perdeu sabe o quanto é ruim,
Viver sem esse afeto!

sábado, 10 de agosto de 2013

Nossa Vida - Poesia

Quão bela é a nossa vida
Nela passamos encantando
Agindo como pessoa amiga
Felizes aos outros amando

Jamais seremos como flores
Que murcham quando arrancadas
Alegria não cessa nos seres
Mesmo sendo pessoas carrancudas

A ternura existe em quem ama
A vida é leve com aura branda
No caminho branco como a alva
O poema alivia a pobre alma

Serei o que tu quiseres
Desde que rendida ao amor
Meu sangue por você ferve
Sinto gratidão por você existir

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Grandeza Divina - Poesia

Deus busca a sua humanidade em nós
Reconciliando-se conosco na cruz
Ele foi ferido ao lado da costela
Mostrando o porquê hoje somos luz

A mulher nos ofertou da costela
Uma caixa recheada de mistério
Companheira para o resto da vida
Prova do seu grande amor Paterno

Suas mãos cicatrizadas nos acariciam
Num leve movimento cheio de ternura
O seu falar tem o poder esperado sim
Como prova o grande universo aflora

A cada dia se descobre mais planetas
Vejo a mãe natureza ainda dando luz
Mostra-nos sua imensurável grandeza
Confesso ter percebido o verbo Jesus

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Cidade Carioca - Mensagem de Texto


Lugar de gente bonita e sarada, o Rio de Janeiro é um Brasil misturado, gente de todos os cantos, gente de todos os lados. Nascidas ou de coração, o que importa é ser parte desse povo cheio de emoção. As altas temperaturas levam toda essa gente alegre à praia, onde tem o mate leão, biscoitos de vento, sacolés, frescobol e muitas mulheres, eu disse muitas mulheres mesmo, belas e saradas.

Vida agitada, confusão maluca, escolas de samba, passeios turísticos e muito subúrbio para passear e conhecer. No carnaval com os amigos de outras cidades, nós vemos muitos gringos cheios de felicidade, que visitam desde o mar até as favelas e as montanhas desta bela cidade.

Os menestréis recitam suas belas frases poéticas, enquanto os músicos cantam suas lindas canções que parecem as mais lindas orações. As crianças não param de falar, Rio, eu amo você... Porém, este encanto não é só um mero local para se divertir e extravasar vai muito mais além, é um lugar onde você pode sonhar e realizar.

Quando a canção garota de Ipanema nos provoca com o impacto dessa estrofe: Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça. É ela, menina, que vem e que passa, num doce balanço a caminho do mar... Parece que a beleza feminina encontra-se somente na zona sul, o que não é verdade! Poderíamos dizer para as meninas da zona norte ou das favelas cariocas sem o menor constrangimento, assim: Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça. É ela, menina, que vem e que passam, num doce balanço a caminho dos mais diversos lugares... Elas são na sua maioria de pele morena, de rostos belos, de traços marcantes, de olhos meigos e brilhantes. Esse é o retrato de grande parte das mulheres cariocas.

Grande e fértil é a beleza da mulher carioca, quando os nordestinos se entrelaçam com os negros (homens e mulheres é claro) dá nessas lindas mulatas com carinhas de pandeiro, bustos e bumbuns grandes. Na relação entre brancos e índios (homens e mulheres também é claro) temos também lindas mulheres com rostinhos arredondados, pernas roliças e uma cintura de dar inveja, sem querer me alongar nessa miscigenação adorável.

Dessa querida cidade maravilhosa que foi desbravada pelas invasões brasileiras e estrangeiras, surgiu um povo pra lá de misturado aumentando as suas aspirações. Hoje podemos dizer que somos ricos em cultura, pois toda essa gente que aqui chega empresta-nos um pouco da sua que somada a nossa deixa essa cidade cada vez mais maravilhosa.   

terça-feira, 6 de agosto de 2013

O Triste “Fim” de Arlindo - Mensagem de Texto


Arlindo era um negrinho com pouco mais de um metro e meio de estatura, era um rapaz fogoso que gostava bastante de pagode.  Todas as segundas feiras quando ia para o trabalho a rapaziada já o aguardava ansiosa para ouvir as suas histórias, e não aguardavam em vão, pois ele sempre tinha muito que contar. Lindinho,como gostava de ser chamado, num determinado dia chegou contando que estava numa grande escola de samba, que fica no outro lado do valão carioca. Lá, já chegou cantando todas as mulheres que se apresentavam a sua frente, ele não se importava se estavam sós ou acompanhadas, se preta ou loira, alta ou baixa, o que importava era ser mulher.

Tinha como termômetro tudo o que pudesse ser considerado como vitória ou derrota, um simples beijo já era contado como vitória. Neste dia na escola de samba, de tanto que cantou a mulherada acabou a sua noite triste, sozinho e jogado num canto qualquer da calçada, totalmente alcoolizado. Quando acordou estava sendo lambido no rosto por um cachorro do tipo vira lata. Ao se dar conta que havia sido roubado por um grupo de desocupados no decorrer da madrugada, ficou furioso e prometeu se vingar. Mas as suas andanças não o deixava ter um tempo para correr atrás do seu prejuízo. Segundo ele, a mulherada não dava um espaço para que pudesse cuidar das outras coisas que não fossem satisfazê-las. Daí, preferiu esquecer o prejuízo daquela noite, retomando a sua vida de galanteios.

Lembro-me de que numa determinada noite, Lindinho disse que estava cansado de gandaia e que iria buscar a mulher da sua vida, a cara metade que não achara, até então. O cara partiu feroz na certeza que naquela noite iria consegui-la.

Logo ele, dom Ruam do pedaço, pensava de como fazer para diferenciar uma da outra já que onde anda só tem periguetes. Por tudo isso, ele escolheu uma estratégia que achava que daria certo. Começou sem mexer com ninguém até ter a certeza de que a mulher estava sozinha naquela noite, depois começou com os galanteios sem muita ousadia, até que conseguiu uma linda morena. Ele a convenceu que ela teria um futuro maravilhoso do lado dele, só que ele não sabia que a mesma estava brigada com o seu violento noivo, que ao vê-los juntos não titubeou e matou o casal recém-formado na hora. Ele levou três tiros à queima roupa. Isso seria um grave acontecimento se não estivesse sendo contado pelo agora “contador de história” Arlindo, que morreu no final dessa história. 

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Não Deixe Para Amanhã - Mensagem de Texto


José, Cristina, João e Maria ou outros nomes dessa vida... Ouçam todos vocês, nós vivemos numa velocidade desproporcional, a loucura se instalou por completo, mas não deixem para amanhã o que vocês podem fazer hoje, amanhã poderá ser muito tarde. Sabemos que a economia está globalizada, o tempo virou dinheiro, mas o amor não acabou a sensibilidade não se esvaiu. Então, vão dizer a quem vocês amam tudo o que sentem, perdoem se precisarem e peçam desculpas quando necessário e nunca deixem de tentar de novo.

Olha cidadão, o seu amor amanhã poderá ser inútil, as suas desculpas ou o seu pedido de perdão já não ser mais preciso. Assim, você não mais ocupará o lugar de destaque no coração de quem ama. Saiba que a fila anda e as feridas quando cicatrizadas ainda deixam suas marcas, quanto às oportunidades não aproveitadas, elas podem nunca mais aparecerem.

Diga a quem você ama a falta que ela faz, oferte o seu carinho, seus abraços antes que apareçam outros braços. Diga assim: Eu amo você! Tenho saudades de você! O seu sorriso me atrai, e me ajuda a cada amanhecer... Mostre a importância do outro para você, mas não deixe isso para amanhã, faça hoje mesmo, antes que seja tarde.

Quando um coração se deixa endurecer pelas inconstâncias dos momentos vividos, ele não percebe a felicidade passar ao seu lado. A sua dureza o torna tão incapaz de tal percepção que chega parecer um terreno infértil. Um coração duro gera ódio, rancor, ciúmes e coisas semelhantes, só não se abre para o amor. Já o coração quebrantado, ele pode ser fruto de um abandono. Não importa qual seja a causa, a pessoa sente-se arrasada, despedaçada, a ponto de sentir medo, solidão e desespero, perdendo até a vontade de viver, amar e confiar noutro alguém.

Portanto, seja um coração amoroso. Ele tem vontade de caminhar nas emoções com ternura, tem vontade de alargar os seus horizontes como um encontro entre o céu e o mar, algo impossível de se conseguir alcançar. Esse coração tem como qualidade principal não a quantidade excessiva de ação amorosa, mas a ausência do ódio em seu interior. Um coração assim não deixa para amanhã o que pode fazer hoje.

domingo, 4 de agosto de 2013

Retrabalho - Prosa Poética


No caminho escolhido para caminhar busquei encurtá-lo ao máximo que pude, com fins de tirar proveito da vida enquanto jovem... Não sabia que no final teria que voltar para refazer o tal caminho...!

Quando buscamos o aparente mais fácil, tudo se torna bem mais difícil, pois o retrabalho geralmente dá mais trabalho... isso quando temos a oportunidade de refazê-lo...!

Amigos de longas datas se perderam pelo caminho, alguns ficaram pelos caminhos, já outros voltaram mais cedo do caminho e nenhum alcançou os objetivos pretendidos...!

O retrabalho mostra que erramos na primeira tentativa... e ele é a oportunidade dada por Deus para quem tem a sensibilidade apurada, talvez a última chance de se redimir...!

O retrabalho faz o ser fazer tudo aquilo que ele não queria fazer por pura insensatez... fruto do desleixo provocado pela juventude descompromissada com a própria vida...!

Alguns pensam que os pais os ajudarão pelo resto de suas vidas... tolos, não sabem que a qualquer momento podem perdê-los...!

Ao ficarem velhos os pais perdem a energia e o vigor físico daí, só restará o cansaço...!

Saiba que a vida já se apresenta na infância com os deveres escolares, depois vem o serviço militar, os compromissos sentimentais e por fim, a construção da trajetória escolhida como meio de sobrevivência...!

Saiba que a vida nos cobra total responsabilidade com ela, e quem desprezá-la, de alguma forma, vai pagar o preço pela indiferença... depois não adiantará reclamar...!

A vida também dá sempre uma nova oportunidade, basta a pessoa agarrá-la ou não... a vida traz o amadurecimento na dor, basta em silêncio por ela passar, para no futuro tudo voltar a dar certo...!

A vida é um conjunto de normas que nos faz caminhar pelo trajeto correto, sem o tal jeitinho brasileiro, sem as influências ou os apadrinhamentos, mas pela competência dada pelo Deus Altíssimo...!

Saiba que a graça comum não tem nada haver com a salvação da alma, ela é um talento que foi inserido dentro de cada um de nós, uma intuição divina que nos leva a entender os nossos verdadeiros dons...!

Ao entendermos os nossos ofícios aprendemos que não estamos sós, alguém muito maior está preocupado com as nossas vidas... isso nos motiva seguir pelo caminho certo, isso fortalece o nosso interior...!

Aqueles que escolherem ir por trilhas abertas pelo caminho poderão não chegar, correrão o risco de desperdiçar, ainda jovem, toda uma vida... portanto, estejam atentos aos caminhos que desejam seguir...!

E pela trilha, jamais...

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Dançar Sempre - Prosa Poética


Ao dançar na chuva o artista fez seu nome transpassar a sua morte... Ao pular no ritmo com aquele guarda chuva na mão, encantou aos milhões que o assistiram a dar lindos passos...!

Se entregue você também dançando ao vento e sentirá a brisa acariciar o seu rosto com bastante ternura... assim a sua alma flutuará aprisionada no magnetismo do amor verdadeiro, enquanto seus pés girarão para que possa rodopiar com bastante alegria...!

Nas pegadas ritmadas, lentas ou rápidas, viajará lançando fora toda angustia que nada de bom acrescenta na vida... assim, toda dor presente se afastará de ti...!

Repetindo cada palavra da música que o motivará a cantar enquanto sapateia, perceberá a felicidade tomar conta de todo teu ser... assim, a noite será pequena para tanta alegria...!

Nas incessantes buscas por um sorriso, algo que há muito já havia até desistido... as labaredas invisíveis de um calor provocante o deixará mais motivado pela dança...!

O prazer de cada passo ritmado dado impulsiona a conhecer o lado bom da vida... o levando a acreditar na felicidade nua e crua, sem apetrechos...!

As dores do outro serão reveladas a você como um abraço dado no vento... pois a leveza da sua verdade será externada pelos lindos passos da dança...!

Aqueles que sangram de amor pela dança sempre foram, por inteiro, grandes adeptos da boa música e nunca abriram mão de dançar, mesmo que seja na chuva, no vento ou mesmo no sol...!

Seja também um desses dançarinos e será para sempre feliz... no dois pra lá e dois pra cá, a vida fica sempre mais leve...!

A sensação provocada pela leveza da dança toca fundo no peito... essa sensação unida a alegria rejuvenesce a alma...!

Com a alma rejuvenescida outras áreas retornam a vida... com o retorno a vida, tudo se modifica... e nessa mudança se alonga a vida.

Expressão dos Movimentos - Prosa Poética


O seu corpo desabafa nos movimentos, expressão divina e natural ao mesmo tempo... quantidade e qualidade andando juntas na mesma direção...!

O seu corpo busca falar nos movimentos, expressão artística mesmo contra o vento... análise de cada fase desse ser lindo em separado, atuação digna dos seus membros...!

O seu corpo admite se entregar as emoções dos movimentos, expressão involuntária, mas real como o cheiro suave das rosas...!

O seu corpo escreve sua trajetória nos movimentos, expressão de entendimento, aquarela que preenche os seus sentimentos...!

O seu corpo quando quer governa os movimentos, processo evolutivo na tentativa da mente permanecer aberta as paixões e as inovações...!

O seu corpo cresce nos movimentos sem a complexidade da vida, exaurida por uma ação cansada e sem medida...!

O seu corpo na tentativa de permanecer jovem e disposto se mistura as emoções dos movimentos da dança...!

O seu corpo se oferece como um sistema aberto para se reestruturar e se adaptar, nos movimentos espontâneos do dois pra lá e dois pra cá...!

O meio ambiente possui flutuações de acordo com as suas complexidades, assim é o seu corpo nas flutuações internas que podem trazer instabilidade aos seus movimentos...!

O crescimento expoente dos movimentos exacerbados faz de você um ser extravagante, mas essa expansão determina o ser que você realmente é...!

Mas jamais esqueça de que a maturação dos movimentos sincroniza e intensifica as inovações, algo muito importante para o crescimento do corpo em questão...!

E não se esqueça de que o clímax é uma ação dos movimentos superpostos pelo ambiente cheio de doçura e instigante... assim o seu corpo chamará toda atenção para ele... assim você expressará com ternura o seu amor... assim tudo será diferente...!

Pois a expressão dos movimentos do seu corpo através das mais variadas emoções e possibilidades, lhe fará rejuvenescer.