terça-feira, 29 de outubro de 2013

Liberdade! - Poesia


Sempre que busco algo percebo que falta alguma coisa.
Serão asas para voar?
Ás vezes eu cativo o julgo opressor.
Será defesa por medo de amarelar?
Os passos não são maiores que as pernas,
Dar cada um deles de cada vez é uma sábia atitude.
Será que vivo temeroso com o final da história?
Orgulhoso preciso caminhar,
Desatando todo nó que insiste em me prender!
Chuto qualquer laço que me apareça,
Pela necessidade da autoafirmação.
O voo é livre,
O choro também!
A liberdade me instiga,
A fragilidade me domina!
A prisão me oprime,
Matar a fome me sacia!
Derrubar mitos é algo incrível,
Mas ficar no casulo é mais tranquilo, zona de conforto!
Os hábitos que derrubam,
São os mesmo derrubados pelos desbravadores da felicidade.
Liberdade aos jovens,
Liberdade aos jovens que amam,
Liberdade aos jovens programas,
Liberdade! 

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Dentro ou Fora! - Poesia

Toda boa dádiva vem do alto, é perfeita em suas vontades...
Busca uma entrega com afagos, acariciando as cicatrizes!
Nisto o Pai não julga seus filhos, mas perdoa seus deslizes...
Contrariando alguns que se mostram maus e bem fariseus.

Julgam a todo tempo seu irmão, esquecendo-se de amá-lo!
Esquadrinha o que é desprezível sem valorizar o coração.
O seu olhar exterior é costume humano e não tem Deus!
Anulando o sacrifício de Cristo, que salva a multidão.

Aos humilhados Deus tem preparado um bom lugar no céu,
O Pai esquadrinha onde os olhos humanos não podem ver!
A fome e a sede são saciadas como um rasgar do véu,
Ombro amigo não oferecido por parentes e falsos amigos.

A presença diante de Deus é como o som do alarido!
Seu altar é santo, ali não se convida os inimigos...
É fome de palavra entre lágrimas e sorrisos escondidos,
Faca de dois gumes para os que não entendem o sacrifício!

A presença diante do altar é um ato sempre perfeito,
Mesmo esse ato sendo de um ser totalmente imperfeito!
Quem pode dizer o que agrada ao Pai é o próprio Deus,
Fora, dentro, em cima ou embaixo, sou miserável pecador.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Para Deus - Poesia

Alguns clamam por uma salvação momentânea,
Loucos! Amanhã podem pedir as suas vidas.
Acreditam num positivismo mentiroso,
Vivem de declarações afirmativas...
Creia! Sem desistir jamais...
A sua fé contempla a boa vontade de Deus,
Em primeiro lugar as coisas do alto,
Depois tudo lhe será acrescentado...
Olhais os lírios dos campos,
Veja com eles crescem sem serem tratados,
Nem Salomão se vestiu como eles,
Na sua glória de rei muito abastardo!
Não há nada impossível para Deus,
Ele sonha os nossos sonhos.
Esperança é palavra de ordem aos seus,
Uma realidade futura com rigor.
As estrelas cadentes, o brilho do sol...
O luar imponente, a brisa no rosto!
A vontade do Pai, o comando de tudo!
O filho no ventre, o sábio e o casmurro.
Tudo o que eu vivo é para glória de Deus.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Um Alento - Poesia

O tempo passa rápido demais
E a alma insiste reviver momentos sublimes.
As lembranças nos mantém firme nesta vida,
Quando saudosos são os momentos que se viveu.

Ao escrever as minhas poesias,
Eternizo cada lance imprevisto!
Garantia de um passado em mim ainda vivo,
Mesmo quando traído pela memória.

O caderno em branco fica quieto no seu canto.
É um fiel amigo que espera registrar.
Todas as aventuras que na vida praticamos
E promete a ninguém elas revelar...

O amarelar sublime de suas folhas,
Mostram a distância entre os dois tempos.
Emoções que o branco papel um dia registrou,
Hoje é motivo de lágrimas saudosas, um alento.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Melhor é Amar - Poesia

Amar ainda é o melhor negócio
Duas partes olhando na mesma direção
Quando uma resolve olhar para o lado
Esse amor passa a ser somente ficção

A paixão é quente como a brasa
Mas apaga devagar com a brisa
O calor que faz dela provocante
Não tem solidez e não se eterniza

A avassaladora paixão é devastadora
Confunde um terno e bobo coração
Parece uma âncora de pura felicidade
Ao longo prazo traz até perturbação

O calor desequilibra o ser apaixonado
Delírio que arrebata toda pobre alma
O amor equilibra sempre os dois lados
Fortalece a mente e o corpo e acalma

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Pobre de Espírito - Poesia

Lava-nos os pés sem orgulho,
Quebre toda altivez!
Perceba que a vida é um muro,
Ou ponte, só depende de você!
Os desalinhos da vida não podem destruir,
Tudo o que o Senhor fez com amor.
Escravidão é não poder sair,
Das mais diversas imposições...
O privilégio de sorrir,
O direito de amar,
São sentimentos que um dia eu vi,
O Pai celestial derramar...
Viva o perdão,
Ele enriquece o coração,
Abandone a solidão,
Ela é só sofreguidão!
Escolha ser pobre de espírito,
E não rico de orgulho. 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Tolice - Poesia

Todos falam de um amor perfeito
Eles cantam a perfeição desse amor
Mas o mundo está cada vez mais frio
Como eu posso assim viver doutor

Às vezes penso ser fraqueza minha
Às vezes acho isso não ser verdade
Nem em filme acho que o encontraria
Estou aprisionado nessa instabilidade

Será que existe de fato este amor
Abrigo-me embaixo das asas dos anjos
Protegido eu tento contabilizar os dados
Para no final me sentir realizado

É costume dizer ser eterno enquanto dure
Mas isso não traz perfeição alguma
Assim como sopra o vento nas alturas
Esse amor pode ser pura tolice 

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Superação - Poesia

A superação renova a fé
A superação dá força
A superação não dá tédio
A superação traz a alegria

A superação afofa o coração
A superação ilumina a alma
A superação equilibra a emoção
A superação sempre acalma

A superação põe fim ao desespero
A superação destrói o desanimo
A superação acredita no sucesso
A superação enche de entusiasmo

A superação é dever nosso
A superação é uma virtude
A superação é enfrentamento
A superação deixa resistente

Tente sempre se superar!!!

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Fessor - Poesia

Entre os cassetetes e a indiferença
O sábio professor luta pela nação
Cuida de nossas crianças com afinco
Sabe que o bom futuro é na educação

Políticos sem alma só pensam no poder
O poder pelo poder que os corroem
Não respeitam essa classe do saber
Que deveriam ter salários melhores

Vejo políticos e jogadores de futebol
Cantores empresários e artistas de tv
Ganharem dinheiro no simples arrebol
Eles não merecem o que tem é só vê

Ser professor é ter a mais nobre missão
Grande ser inspirador de todas as vidas
Influência o planeta com o seu coração
Em uma vida de esmero saber e disciplina

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Alegria - Poesia

A alegria do palhaço contagia
Contagia todas as crianças
Crianças que não tem idade
Idade que nos fazem crianças

Crianças enrugadinhas e felizes
Felizes por terem algo especial
Especial amor dentro do coração
Coração acariciado pelo Pai Celestial

Celestial é o ser criador
Criador de tudo o que vemos
Vemos a natureza a nossa volta
Volta e meia vamos dar

Dar a alegria que temos em nós
Nós e eles no mesmo balanço
Balança o corpo na linda dança
Dança e beijos de salada mista

Mista de sonhos e brincadeiras
Brincadeiras que nem a do Zé pereira
Pereira que subiu na árvore
Árvore que amarra a corda pra balançar

Balançar na ginga da capoeira
Capoeira na grande e alegre roda
Roda viva é alegria garantida
Garantida pelo moço do parque

Parque onde se escorrega
Escorrega-se para brincar
Brincando vai se distraindo
Distraído para se alegrar 

sábado, 12 de outubro de 2013

As Crianças - Poesia

Criança eterna esperança
Alegria de todo lar
Presença certa no Reino do Pai
Anjo enviado por Deus a nos alegrar

Todos já fomos também anjos
Quando éramos simples crianças
Vivíamos com os nossos sonhos
Muitos que quase não se alcançam

Vivem no eterno presente
Amam assim como os animais
Pureza é palavra de ordem
Perdoam até os mais cruéis

Inocência que precisa de proteção
Pra quê antecipar os acontecimentos
Deixe-a na sua vontade de coração
Criança quer apenas ser criança

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Ame A Vida - Poesia

Devemos sempre amar a vida
Curti-las com bastante alegria
Amar quem sempre está por perto
E jamais ignorar quem se aproxima

O sorriso ou um olhar fala muito
As lágrimas da saudade cura a dor
Tudo na vida deve ser profundo
Porque ela mesma é prova de amor

Deus nos deu essa dádiva
Devemos cuidá-la com louvor
Amar a todos que tem vida
Sendo coerente com o próximo

As asas da imaginação são tremendas
Com elas voamos em sonhos altos
A utopia nos faz andar com esperança
Mas na nostalgia há só lembrança

Viva a vida de todos nós
Sem ela não somos nada
Busquemos tratá-la como tesouro
Valorizando-a cada vez mais

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Tautogramas


Vida

Vamos viver
Valores valiosos
Velhos valores
Vilmente vencidos

Viva vertente
Vontade voluntária
Vaidade vem voando
Viaja velozmente

Vida vem vida vai
Vagamos vacilantes
Vou vivendo
Vagando virtualmente


Tontice

Tantas travessuras
Tempos tensos
Tamanhas tentativas
Tratamentos ternos

Terríveis tormentos
Traquinas transitória
Troços tentadores
Traços tranquilos

Técnica transformadora
Tática tratada
Tédio travestido
Trave transportada

Tudo tentado
Tontice tola
Todo trabalhado
Total transpassado


Sonho

Sonhando sonho sereno
Sonhado sincero sonho
Sublime sonho sensato
Segredo sonho sonhado

Seleciono sonho sentido
Satisfeito simples sonho
Sendo sábio sereno sonho
Saberia sobretudo sonhar


Rotas

Resistir raciocínio
Radiante relação
Real radicalismo
Reavendo razão

Recusa regozijar
Reagir realeza
Rumina rancor
Raiva renascida

Renovo revigora
Rumor refazendo
Reacendendo rota
Romance rabiscando


Paixão

Peripécia perigosa paladino perito
Paixão Postura plena poética
Pelo processo ponderado previsto
Prosa perfeita pura persistência

Pensar pilantragem perigosa
Padre pastor pode proibir
Porque poder promete pureza
Pessoas preveem perpetuar promessas

Palavras penetram profundamente
Política passeia prioridade
Procuram promover praticamente
Patrimônio para posteridade